creci/pb

Corretores de imóveis terão atendimento exclusivo por parte da Prefeitura de Patos

O posto de atendimento foi um dos assuntos tratados durante visita que lhe foi feita pelos corretores de imóveis Rui Ferreira (Delegado do Creci-PB local)

Atendendo pedido da Comissão de Desenvolvimento Urbano do Creci-PB de Patos, o prefeito Nabor Wanderley assumiu o compromisso de a edilidade disponibilizar espaço para atendimento exclusivo aos corretores de imóveis, incorporado-o ao projeto Patos Resolve, que está sendo criado no Patos Shopping e visa atender a sociedade em geral de uma forma mais rápida, eficaz e menos burocrática e em breve estará aberto à população.


 O posto de atendimento foi um dos assuntos tratados durante visita que lhe foi feita pelos corretores de imóveis Rui Ferreira (Delegado do Creci-PB local), Alex Silva (coordenador da Comissão de Desenvolvimento Urbano do Órgão em Patos), Kayro Medeiros e Isis Daniella (membros). O encontro também contou com a participação do vereador David Maia, que tem sido fundamental na aproximação institucional do Conselho com os órgãos públicos da cidade.


A partir do funcionamento deste espaço, serão agilizados serviços como verificação de débitos do imóvel, IPTU, taxa de coleta de resíduos e principalmente transferência do imóvel, e transferência do imóvel, que exige o pagamento do ITBI, com autorização do vendedor ou comprador, com firma reconhecida, bem como questões referentes a ISS, ficha cadastral e certidão negativa, além de desmembramentos, fusões, loteamentos, alvarás e cartas de habite-se.


Segurança e fomento à economia


Os representantes do Creci-PB acrescentaram que a medida fortalecerá ainda o combate do exercício ilegal da profissão e proporcionará segurança aos contribuintes, diante do condicionamento no fornecimento das referidas informações somente àqueles corretores devidamente registrados.


“Como costuma destacar o presidente Rômulo Soares, também lembramos o quanto a categoria fomenta a economia, através da geração de emprego e renda não só ao município, mas aos governos nas esferas estadual e federal, por meio de uma série de receitas decorrentes do exercício da profissão  e transações de imóveis, a exemplo de recolhimento de ICMS, ITBI, TCR, IPTU registro e escrituras em cartórios”, afirmou o delegado Rui Ferreira.


Na ocasião, a representação do Conselho propôs a criação de um grupo permanente de trabalho, por meio do qual, em colaboração mútua, sejam desenvolvidos projetos voltados ao desenvolvimento econômico da cidade de Patos e do setor imobiliário. Outros assuntos discutidos foram a infraestrutura da cidade, a Reurb-S e o Plano Diretor Municipal. Nesse contexto, Nabor afirmou já ter solicitado o estudo para a criação de mais três Alças na cidade, de forma a contribuir para o melhoramento da acessibilidade na cidade e seu desenvolvimento.



Repórter PB

Destaques