Sousa/PB -
decreto estadual

Os mesmos que mandaram abrir, agora devem se reunir na segunda para mandar fechar a Paraíba por conta da Covid-19

Nas Emissoras de Rádios na Capital nesta sexta-feira (28), pipocaram com a revolta da população, criticando as medidas de aberturas e flexibilização do parte do Governo do Estado, e do Prefeito, Cícero

Da Redação Repórter PB

28/01/2022 às 13:50

Ads 970x250
Imagem

Tamanho da fonte

Há uma revolta generalizada na Capital João Pessoa por parte da População, mediante a informações do Secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, dando conta que a Equipe Técnica vai se reunir na próxima semana para estudar Medidas Restritivas em toda a Paraíba, após aumento substancial de casos de Covid-19 em Estado.


- Temos o término do decreto estadual segunda-feira. Na segunda-feira estaremos reunidos com o governador e todo o colegiado que analisa esse cenário epidemiológico, e o Estado está sempre presente e nunca foi omisso em relação a tomar atitudes que sejam necessárias no sentido de evitar o colapso da nossa rede hospitalar”, avisou o Dr. Geraldo Medeiros em comunicado à Imprensa.


Nas Emissoras de Rádios na Capital nesta sexta-feira (28), pipocaram com a revolta da população, criticando as medidas de aberturas e flexibilização do parte do Governo do Estado, e do Prefeito, Cícero Lucena de abrir para a realização de festas publica 100%, no caso o “FEST VERÃO”, e Casas de Shows Particulares no final e no começo do ano, e agora devem se reunir para editar medidas que possam prejudicar mais uma vez o trabalhador.

Comentando as novas medidas, o Secretário de Saúde, ainda pontuo:



- O fato das bandeiras ele será analisado e há uma tendência de que aqueça em todo o Estado e com a mudança de bandeiras, mas o fator atenuante deste momento é que nós tenhamos a convicção, a consciência cívica de que há necessidade de ficar em casa sempre que possível, evitando ir a bares, restaurante, shows, catamarãs e Areia Vermelha, orla marítima, festinhas dentro de casa com familiares e amigos, com 30/40 pessoas, isso é tudo que a ômicron quer.


Fonte: Repórter PB

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.