Sus

Projeto vai premiar ações exitosas em Saúde Mental da Paraíba

Autor do projeto e psicólogo da SES, Lucílvio da Silva explica que cada ação pode ser inscrita em até três categorias das 12 que compõem o RAPS Criativa.

Com o intuito de mapear e dar destaque estadual às ações criativas e exitosas da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) da Paraíba, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai realizar o Projeto RAPS Criativa 2020. Autores das ações têm até o mês de fevereiro para inscrever as atividades que realizaram dentro da rede da temática da Atenção, Cuidado e Reabilitação Multiprofissional em Saúde Mental no SUS.

A coordenadora de Saúde Mental da SES, Iaciara Mendes, afirma que as atividades que já acontecem nos serviços precisam ganhar destaques para inspirar outros profissionais da rede. É uma espécie de troca positiva entre usuários e profissionais que podem encontrar soluções criativas e pertinentes aos desafios que surgem na rotina desses espaços e instituições.

“O Projeto RAPS Criativa acontece como proposta de dar forma e relevância estadual a essas atividades importantes que já acontecem em nossos serviços. Ele foi pensado a partir da necessidade em mapear e dar destaque às ações e atividades criativas e exitosas. Essa é uma forma de conhecer e valorizar as pessoas, ações e serviços que se dedicam a construir uma Rede de Atenção Psicossocial diferenciada no cotidiano de nossas usuárias e usuários de cuidado em Saúde Mental”, pontua.

Autor do projeto e psicólogo da SES, Lucílvio da Silva explica que cada ação pode ser inscrita em até três categorias das 12 que compõem o RAPS Criativa. Ele adianta que, após a primeira etapa, serão selecionadas as atividades que atendam aos critérios da seleção para agendamento de visita técnica. O projeto também conta com a Feira das Ações, que acontecerá em novembro de 2020 e premiará as experiências exitosas com certificados estaduais e, por fim, com o Intercâmbio de Ações que será realizado entre março e setembro de 2021.

“Criamos três selos de certificação estadual. As ações que tiverem a pontuação mais alta, entre nove e dez pontos, receberão o selo Bispo do Rosário, em homenagem ao usuário e artista sergipano Arthur Bispo do Rosário. Experiências que marcarem entre 7,0 e 8,9 pontos receberão o Selo Nise da Silveira, em homenagem à médica psiquiátrica alagoana Nise Magalhães da Silveira, que ficou conhecida por humanizar o tratamento psiquiátrico. Por fim, os trabalhos que atingirem uma pontuação entre 2,5 e 6,9, receberão o Selo Marcus Matraga, em homenagem ao psicólogo mineiro que foi um dos pioneiros na luta pela reforma psiquiátrica no Brasil e na criação de Centros de Atenção Psicossocial, os CAPS”, destaca.

As orientações para inscrição no Projeto RAPS Criativa estão no site oficial do Governo da Paraíba, no link https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/editais-e-licitacoes/arquivos/projeto-raps-criativa-orientacoes-para-inscricoes.pdf. As inscrições podem ser feitas online até o dia 21 de fevereiro, pelo link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScTumeL3a3zX-GZaGK3wQKyrhGRGfAt2Wir2flgQOUrXigpxA/viewform.

Repórter PB

Destaques