NA CMJP

Eliza protocola projeto que proíbe transexuais competirem em equipes distintas do sexo biológico

Na próxima terça-feira (9), será feita a leitura do projeto na CMJP.

A vereadora Eliza Virgínia (PP) protocolou, na tarde desta quinta-feira (4), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o Projeto de Lei que proíbe transexuais de participarem de competições em equipes distintas do seu sexo biológico no município de João Pessoa. O PL ainda vai ser aprovado nas Comissões e logo após será encaminhado ao Plenário para aprovação. Na próxima terça-feira (9), será feita a leitura do projeto na CMJP.

O projeto decreta que o sexo biológico será o único critério definidor dos competidores em partidas esportivas oficiais no Município de João Pessoa, estando vedada a atuação de transexuais em equipes que correspondam ao sexo oposto ao de nascimento. A federação, entidade ou clube de desporto que descumprir esta lei será multada em até 50 (cinquenta) UFIrs.

A vereadora Eliza justificou a iniciativa do projeto ao fato de que ao se comparar com uma atleta que nasceu mulher, a transexual tem vantagens. “Mesmo com todos os procedimentos de cirurgia, redesignação sexual, alteração do nome social, implantes mamários, entre outros, é fato comprovado pela medicina que do ponto de vista fisiológico, a formação orgânica não muda. Com isso, as transexuais levam vantagens quando participam de competições com mulheres”, disse.

A parlamentar se mostrou preocupada com o espaço da mulher no esporte. “Para proteger o sexo feminino, temos que criar algumas regras. Estou mais preocupada com esse espaço que é da mulher e está sendo ocupado por transexuais”, finalizou.

Repórter PB

Destaques