Todo estado

Governo investe mais de R$ 250 mil em equipamentos e materiais para ouvidorias

A meta no planejamento anual de gestão da Ouvidoria do Estado é implantar e implementar ouvidorias em todos os hospitais e nas 12 Gerências de Saúde.

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Ouvidoria Estadual, investiu R$ 254.023,88 na compra e entrega de equipamentos e materiais para as ouvidorias em toda a Paraíba. Este investimento, realizado por meio de convênio com o Governo Federal, visa fortalecer o trabalho das ouvidorias enquanto canal de participação da população nas decisões dos gestores no processo de trabalho de suas unidades de saúde. Foram adquiridos, ao todo, 40 computadores e 120 longarinas, além de birôs, cadeiras giratórias, armários e materiais de divulgação distribuídos em 15 hospitais, nas 12 Gerências Regionais de Saúde e na Ouvidoria da SES.

A meta no planejamento anual de gestão da Ouvidoria do Estado é implantar e implementar ouvidorias em todos os hospitais e nas 12 Gerências de Saúde. O coordenador da Ouvidoria da SES/PB, Fabrício Martins, explica que a Ouvidoria não serve apenas para fazer denúncia, mas para sugestões, reclamações, elogios e busca por informações.

“A ouvidoria é quase sempre vista como um espaço que só traz problemas para o gestor, mas quando este trabalho é fortalecido, os servidores e a população têm realmente conhecimento do papel da ouvidoria, ela serve como um instrumento de avaliação e reflexão dos gestores na sua condução do espaço”, afirmou Fabrício.

Ele comentou, ainda, que, hoje em dia, a participação da população na construção do SUS é um insumo indispensável para os gestores. “As ouvidorias são um canal entre a população e a gestão, haja vista que os mesmos quando são ouvidos e suas demandas, mesmo que não tenham a resposta que eles esperam, se sentem acolhidos e respeitados”, pontuou o coordenador.

As unidades que receberam os equipamentos foram:
Hospital Estevam Marinho / Coremas (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital de Sousa (1 Computador+ 03 Longarinas)
Hospital Sebastião Rodrigues de Melo / Itabaiana (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital de Picuí – Dr. Felipe Tiago Gomes (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Geral de Taperoá (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Regional de Cajazeiras (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Maternidade Santa Filomena / Monteiro (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Distrital Ovídio Duarte Serraria (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Distrital de Itaporanga (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital de Lagoa de Dentro (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Geral de Itapororoca (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Regional de Aguiar (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Distrital de Solânea (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Regional de Belém (1 Computador + 3 Longarinas)
Hospital Geral de Queimadas (1 Computador + 3 Longarinas)
1ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
2ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
3ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
4ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
5ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
6ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
7ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
8ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
9ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
10ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
11ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
12ª Gerência Regional de Saúde (1 Computador + 3 Longarinas)
Ouvidoria da SES/PB (4 Computadores)

Queremos ouvir você - De janeiro a dezembro de 2019, a Ouvidoria do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires registrou 240 demandas, referidas entre Informações, Reclamações, Sugestões, Elogios e Denúncias, para esta última, em todo ano, foram apenas quatro notificações e o setor apresentou junto aos responsáveis 100% de resolubilidade.

Em dezembro de 2019, o setor implantou o projeto ‘Queremos ouvir você’, no qual as ouvidoras da instituição visitam semanalmente as internações e registram as demandas dos pacientes a beira leito. Para a ouvidora Yara Azevedo, os números de registro em elogios triplicaram após essa ação. “A grande maioria das pessoas vê a ouvidoria como um local apenas para registro de insatisfação, e com isso, algumas vezes, os registros referente a elogios são minoria, mas não correspondem à realidade. Buscamos com esse projeto estar mais perto dos nossos usuários, e constatamos que a assistência prestada na unidade de saúde é satisfatória para 94% deles” afirmou.

Para Maria do Socorro Cavalcante, ouvidora do complexo hospitalar, atender os usuários de forma humanizada é fundamental. “Lidamos diariamente com os mais diversos tipos de manifestações relacionadas aos serviços prestados pela Instituição. Algumas pessoas nos procuram abaladas emocionalmente, então, damos a elas a oportunidade de falarem, fazemos o real papel do ouvidor, que é ouvir. Após receber a demanda, realizamos uma análise e encaminhamos para as áreas responsáveis, buscando sempre soluções, a fim de garantir um serviço com excelência” concluiu.

O diretor-geral da instituição de saúde, Antônio Pedrosa, ressaltou a relevância do setor para avaliação da assistência prestada. “Além da avaliação contínua da qualidade das ações e dos serviços prestados, na qual são expostas as críticas e também as sugestões, a ouvidoria serve como um termômetro para verificar as necessidades e interesses dos nossos usuários, proporcionando melhorias e ajustes futuros e auxiliando na construção de um serviço mais eficaz e eficiente” concluiu.

O acesso à Ouvidoria pode ser feito no próprio Hospital Metropolitano, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h ou pelo telefone: (083) 3690-0930. Se preferir o usuário pode enviar um e-mail para: [email protected] e registrar sua demanda. Assim também por meio de carta, através do endereço: Ouvidoria do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires – Rua Roberto Santos Correia, S/N, Várzea Nova Santa Rita – PB – CEP: 58.139-000.

Repórter PB

Destaques