Ranking

Paraíba é o 3º estado com maior número de projetos submetidos no Inova Senai nacional

Na edição 2020 do Inova SENAI Nacional, o estado figurou entre os 3 do Brasil com o maior número de projetos inscritos, foram 23 e 17 deles aprovados

A Paraíba que em 2019 foi o segundo estado mais inovador do Nordeste e o 12º do Brasil, de acordo com o ranking geral do Índice FIEC de Inovação do Estados, mais uma vez se destaca como um importante Centro de Inovação. Na edição 2020 do Inova SENAI Nacional, o estado figurou entre os 3 do Brasil com o maior número de projetos inscritos, foram 23 e 17 deles aprovados.

No ranking geral, a Paraíba ficou atrás apenas dos estados da Bahia e de Minas Gerais em número de projetos. As propostas submetidas por alunos e instrutores do SENAI PB, apresentam soluções para as demandas reais da indústria nacional, nas áreas de Couro e Calçado, Gráfica, Segurança no Trabalho, Produção de Piscicultura e Aquicultura, Construção Civil e Meio Ambiente.

O objetivo do Inova SENAI é divulgar e consolidar a cultura interna da inovação por meio do desenvolvimento de projetos que atendam as demandas de inovação da sociedade e da indústria. E ainda difundir ferramentas de gestão da inovação e trabalhar habilidades e atitudes empreendedoras.

A instrutora do SENAI, Tatiana Figueiredo falou sobre a importância da Inovação e como auxilia os alunos da instituição na formação de um perfil profissional versátil. “Inovação é a possibilidade ir além, ou seja, ter uma visão ampla enxergar algo que o outro ainda não se atentou, usando a criatividade para novos caminhos seja criando um novo produto, tendo uma ideia genial ou modificando um processo, que tenha o propósito de beneficiar um grupo específico ou toda sociedade. Projetos de Inovação proporcionando aos alunos desenvolvedores uma mente desbloqueada para o novo, tornando-os pessoas mais seguras, criativas, destemidas e capazes de resolver problemas”, explicou.

Já Joselito Herculano ressaltou a importância do INOVA para os alunos do SENAI. “O Inova é uma ótima forma de aproximar nossos alunos das problemáticas da indústria, já que as demandas são elaboradas por dificuldades reais presentes no mercado”, comentou o instrutor do SENAI.

No Inova SENAI as equipes devem ser compostas, exclusivamente, por até 5 alunos regularmente matriculados no SENAI ou egressos com até um ano de formados. Todo o processo de inscrição, orientações de desenvolvimento dos projetos, comunicação e avaliação é realizado via web.

Assessoria de Comunicação

Repórter PB

Destaques