Seleção

Sisu se aproxima de 1,5 milhão de inscritos

Número de inscrições supera 2,7 milhões; quantidade diverge porque cada estudante opta por até dois cursos.

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) chegou a 2.772.054 inscrições na manhã desta quinta-feira, 23 de janeiro. O número é maior do que o de inscritos — 1.450.608, já que cada estudante pode selecionar até duas opções de curso.

Na quarta-feira, 22, o sistema fechou o dia com 2.407.170 inscrições e 1.327.859 inscritos.

O Sisu é a principal forma de acessar o ensino superior público com a nota do Ensino Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgada na semana passada. Para participar da seleção, é necessário não ter zerado a redação na edição de 2019 do exame. Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. A inscrição é gratuita e deve ser feita na página do programa na internet. O período para inscrições até as 23h59 de domingo, 26.

O sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

A data final de inscrições seria sexta-feira, 24. Com as inconsistências na correção das provas do Enem, o Ministério da Educação (MEC) decidiu dar mais tempo para os estudantes, para evitar prejuízos. Os resultados serão divulgados no dia 28 de janeiro.

Confira abaixo as demais datas:

matrícula ou registro acadêmico nas instituições participantes: até 4 de fevereiro;
lançamento da ocupação nas vagas pelas instituições participantes: até 7 de fevereiro;
manifestação de interesse para constar na lista de espera: até as 23h59 de 4 de fevereiro.

O cronograma foi publicado na edição de 3 de dezembro, do Diário Oficial da União (DOU). O edital completo está na página do Sisu e a retificação com a prorrogação do prazo, na edição do DOU desta terça-feira, 21 de janeiro.

Confira o cronograma dos principais programas do MEC para acesso ao ensino superior.

Repórter PB

Destaques