Sousa/PB -
carnaval 2024

Carnaval, e ano eleitoral, espaços perfeitos para os bailes dos hipócritas

Claro, que neste baile de fantasia, é preciso conhecer quem de fato estar falando a verdade, e não falseando em pele de cordeiro

Por Pereira Jr. • Articulista Polí­tico

10/02/2024 às 21:05

Imagem Máscaras de bailes de carnaval

Máscaras de bailes de carnaval ‧ Foto: divulgação

Tamanho da fonte

Na era da tecnologia, e com o advento da informação acessível a todos, as percepções, intenções humanas ficaram mais claras para muita gente, principalmente para o comportamento na política brasileira, descendo para o interior. Quase não tem mais espaço para os hipócritas, que se infiltram sempre na massa popular vestindo suas máscaras a busca de passarem a imagem que não são aqueles que dizem, ou que não foram, na verdade, bem interpretados entre o seu povo.

É momento de jogar confetes e serpentinas na multidão, transparecer ser honesta, uma pessoa do bem, feliz, capaz de motivar alegria do próximo para sempre, basta que para tanto, a escolha em outubro como seu representante quer no Poder Executivo, quer no Poder Municipal.  O seu mundo continuará uma festa.    

Claro, que neste baile de fantasia, é preciso conhecer quem de fato estar falando a verdade, e não falseando em pele de cordeiro, meramente para enganar mais uma vez os incautos, os desavisados, ou meramente, tantos que se deixam ser levados por “presentes momentâneos”, que nada mais são investimentos, que se tornarão mais tarde, caro para toda uma sociedade. Todos, sem isenção, pagarão, bons ou maus. 

Está na hora da sociedade se despir desta roupa de palhaço, se vestir da sua responsabilidade cidadã, e obrigação civil, ter sensatez de saber que sua escolha política é um passo gigante da vida social, ética e moral de uma cidade, ou um País, prospectando um presente descente, um futuro confiável, corrigindo os erros do passado.

No mais, é curtir com responsabilidade a festa do Rei Momo que é uma figura lendária do carnaval brasileiro, que representa a alegria, o humor e a irreverência do evento. Ele é escolhido para reinar sobre os foliões durante os dias de carnaval, recebendo a coroa, o cetro e a faixa que o distinguem como o líder da folia. Esse reinando tem apenas, quatro dias. A nossa escolha política é por quatro anos. Saiba votar!

Enquanto isso...

“Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão”

Tenho Dito

Pereira Jr. 

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal:Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.