Marcelo Vale em Nazarezinho não tem outra saída: vitória, ou derrota; Grandes líderes aparecem em momentos difíceis

Está ai a tua chance Marcelo Vale! O que a história te reserva?

De fato o peso da responsabilidade recaiu sobre os ombros do prefeito eleito, Marcelo Vale no Município de Nazarezinho.

A realidade nua e crua da Prefeitura quebrada, endividada, salários atrasados, e uma responsabilidade do tamanho de um asteroide apareceram a frente do novo Gestor.

Novidade, talvez não, mas uma realidade ainda maior, agora com números frios sugiram realmente em cima do birô do Administrador eleito com aquela vontade de fazer o certo, e colocar Nazarezinho na linha.

É claro que medidas extremas, difíceis, indigestas estão sendo tomadas pelo Prefeito Marcelo Vale neste primeiro minuto de sua gestão. Porém, as reações já começam aparecer. Críticas de aliados que gostariam de ter seus nomes na Gazeta Oficial, dos adversários que aproveitam a onda para tirar a casquinha com provocação que o barco vai afundar de um jeito ou de outro.


Mas é na adversidade que se forma um verdadeiro líder. Essa oportunidade Marcelo Vale tem em suas mãos. Entrar para a histórica como aquele político que teve a coragem de um guerreiro para fazer livrar sua cidade do precipício, da perdição, ou da maldição dos corruptos, ou entrar para a história como aquele guerreiro que fracassou com todas as promessas feitas a uma massa ávida de esperança por um salvador da pátria. As medidas certas, corretas, mesmo insipidas neste instante vêm à baila que estão sendo tomadas coerentemente, e quais servirão, certamente para atravessar neste momento as condições adversas que apresentam a administração com dividas faraônicas, quase impagáveis, levando o Município a ingovernabilidade em um tempo muito curto.


No entanto, é isso mesmo que todos os nazarenienses querem ver o barco naufragar? Explodir? Desparecer? É bom lembrar que todos estão nesta mesma caravela. Caso afunde todos, digo: servidores, funcionários, fornecedores, e lideranças serão tragados pelos tubarões. Não mais existirão por incompetência de tantos, certamente. Há esperança!


Pensando sensatamente sobre o assunto, não é bom esse barco naufragar neste momento para ninguém. É hora de todos, sem distinção partidária, ou bandeira política fazer a sua parte. Por quer tanto o lado que saiu como o lado que entrou sabiam perfeitamente que o Barco estava avariado, com perfurações monstruosas, com superlotação, podendo ir a pique a qualquer instante.


Quem quer que esteja na direção deste Navio precisa de ajuda, força para atravessar essa violenta tempestade que há muito tempo assola essa Urbe, ensejando força, fé e coragem para tomar as decisões corretas, desviar os icebergs, e chegar em terra enxuta com todos salvos, inclusive os adversários. Eleição aconteceu no dia 15 de novembro, acontecerá novamente daqui há quatro anos.



As medidas que se têm conhecimentos que estão sendo tomadas pelo atual Gestor estão sendo amargas, indigestas, irritantes principalmente para os seus aliados que esperavam ocupar uma “negadinha” nas testas públicas neste primeiro momento, mas o Capitão da embarcação já mandou avisar, que:


- A caneta (Lemo) tem sido usada para anotar e fazer contas da montanha de débitos da prefeitura. Os decretos que estancam os gastos estão ai pra todo mundo perceber que a coisa não é fácil. Suspendemos gratificações, diárias para servidores e gastos com o custeio de forma geral. A prioridade precisa ser pagar a folha, e outras obrigações que são inadiáveis. Precisamos sim de pessoas em funções, mas não cometerei loucuras” alertou o Administrador.


É preciso um voto de confiança neste momento, mas claro com a seguinte advertência ao novo Gestor, que ele não quebre por qualquer razão, nem decepcione essa gente simples, humilde e de boa fé desta Cidade tão receptiva, e acolhedora, e de gente trabalhadora.


Vamos aguardar, e ficar vigilantes nas ações desta nova Administração que tem a obrigação de não deixar o barco afundar totalmente. Passando esse furação é ajuntar o que sobrou, e reiniciar uma nova história.


Grandes líderes aparecem em momentos difíceis. Está ai a tua chance Marcelo Vale! O que a história te reserva?


"Se a canoa não virar

Olê olê olá

Eu chego lá"


Tenho Dito



Pereira Jr.
Analista Politico

Destaques