Aldeone rechaça prefeito de Cajazeiras, e manda recado: “deveria não vir exercer bandeira política em Sousa”

“Zé Aldemir, e sua Esposa, a Deputada Estadual, Paula Francinete gostam muito de Sousa, mas para virem buscar votos aqui, para organizar partido para disputar as eleições que vêm”

O líder do Governo na Câmara de Vereadores na Cidade de Sousa, Aldeone Abrantes (PTB), durante participação no Programa REPORTERPB no Rádio pela 104 FM chegou a censurar a fala do prefeito de Cajazeiras de querer impedir sousenses serem atendidos no Hospital Regional daquela Cidade, mediante protocolo da Secretaria de Saúde do Estado a meio a uma pandemia mundial de covid19.

Aldeone lembrou que “Zé Aldemir, e sua Esposa, a Deputada Estadual, Paula Francinete gostam muito de Sousa, mas para virem buscar votos aqui, para organizar partido para disputar as eleições que vêm”.

- Para buscar os votos de Sousa, eles são bacaninhas. Agora para deixarem o povo de Sousa morrer na estrada, eles também estão querendo isso. Deveriam não vir exercer bandeira política dentro de Sousa, fincarem bandeira política aqui, se querem deixar o povo de Sousa morrem de covid19. Mas não vai morrer não, por quer Deus é grande, e os sousenses são fortes", lembrou o Vereador líder do Governo Tyrone no Poder Legislativo.

Aldeone também frisou que a saúde é uma bandeira universal, e trouxe ao conhecimento que no augi da rivalidade entre os clubes esportivos: Sousa e Atlético, o Radialista Francisco Alves Tático, em um momento delicado de sua saúde ele foi atendido aqui na Cidade de Sousa. “Eu deixei a minha ajuda dentro das minhas possibilidade para que ele (Tático) se recuperasse sua saúde. Mas foi aqui em Sousa. Outro dia foi o nosso amigo Nonato Guedes, Cajazeirense ilustre que teve um problema sério de saúde, e foi também no Hospital Santa Terezinha que ele recuperou sua saúde”, completou.

O Vereador Aldeone disse que as portas da saúde de Sousa estarão sempre abertas para o povo de cajazeiras, por quer “a saúde não é porteira, não tem pátria. A saúde ela é universal, e que todos nós temos que salvar vidas”, finalizou.

Por Pereira Jr.

 

Destaques