Poço Dantas a vergonha com cortes de energia em logradouros públicos, e rombo financeiro de R$ 6 milhões

Neste final de semana, explodiu notícia nas mídias sociais do desastre que acomete a Gestão do Prefeito Dedé de Zé Cândido

É triste tomar conhecimento de assuntos que empobrecem a imagem de um Município tão importante do Sertão da Paraíba: Poço Dantas.

Neste final de semana, explodiu notícia nas mídias sociais do desastre que acomete a Gestão do Prefeito Dedé de Zé Cândido.

Órgãos ligados a prefeitura tiveram o fornecimento de energia cortado por falta de pagamento. Entre esses organismos, a Câmara de Vereadores que não é autônoma em seus serviços, depende da ação direta da Gestão, e terminou prejudicada.

IPAER, sede do Conselho Tutelar, também entraram no alicate da Energisa. Fontes revelaram que a motivação é a falta de pagamento dos serviços por parte da Prefeitura.

A administração do Prefeito José Gurgel Sobrinho (Dedé de Zé Cândido) ainda está sendo responsabilizada pelo Tribunal de Contas do Estado de um rombo financeiro que já chega a importância de R$ 4.735.662,73.

- A ocorrência de déficit orçamentária sem a adoção das providências efetivas, no montante de R$ 185.051,24.

- Não-recolhimento da contribuição previdenciária patronal à instituição de previdência, no montante de R$ 1.122.996,29.

Nestes sete anos de Governo, em tese, o Prefeito já causou um afundamento nas contas pública milionária.

Somando as cifras registradas pelo TCE, chega-se a casa estratosférica de R$ 6.043.710,26.

É muito sério um município com 4.159 habitantes, conforme o último senso do IBGE, 26 anos de emancipação, e já está com um déficit financeiro deste tamanho.
Perguntar não ofende: "Cadê  o dinheiro que estava aqui"?

Os órgãos públicos, fiscalizadores, a exemplo do Ministério Público da Paraíba precisam investigar as denúncias profundamente, e responsabilizar quem de direito. A Comunidade aguarda respostas.

Enquanto isso, a população de Poço Dantas padece de assistência, e sem dúvida, envergonhada com tantos problemas desagraveis que mancham a imagem do Município.

Pereira Jr.
Articulista, analista político, e Estudante de Marketing em Gestão Empresarial, e Política

Destaques