Sousa/PB -
Honraria

Com propositura de Wilson Filho, ALPB concede Medalha Epitácio Pessoa a desembargador do TRF5

Roberto Wanderley Nogueira é natural de Recife (PE), formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em 1980.

Da Redação Repórter PB

29/02/2024 às 10:15

Imagem Desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Roberto Wanderley

Desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Roberto Wanderley ‧ Foto: Divulgação

Tamanho da fonte

Nesta sexta-feira (01) a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizará uma sessão solene para outorga da Medalha Epitácio Pessoa para o desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Roberto Wanderley Nogueira. A honraria será concedida por propositura do deputado estadual Wilson Filho (Republicanos), presidente da Frente Parlamentar da Advocacia, às 9h30, no Plenário Deputado José Mariz.

“Por ser desembargador federal, lotado no TRF5, Dr. Roberto tem em seu currículo grandes contribuições para comarcas de todo o Nordeste, incluindo a Paraíba. Inclusive ele foi o desembargador responsável pela decisão que derrubou a liminar em 2022 que suspendia as provas de alguns cargos no concurso da Polícia Civil. Acompanhei de perto esse processo, como faço com todas as pautas relacionadas às categorias da Segurança Pública e, foi graças à atuação imparcial do desembargador, que foi possível manter as provas para duas categorias de peritos no certame”, destacou Wilson Filho. 

Roberto Wanderley Nogueira é natural de Recife (PE), formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em 1980. É doutor em Direito Público, também pela UFPE, com pós-doutorado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Acumula ainda em seu currículo os cargos de professor-adjunto da Faculdade de Direito do Recife (FDR/UFPE) e da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Foi juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), entre 1982 e 1988, nas Comarcas de Verdejante, Brejo da Madre de Deus e São Lourenço da Mata. Ainda em 1988, foi empossado como juiz federal da 8ª Vara Federal de Petrolina, tendo sido, naquele mesmo ano, designado para o cargo de titular da 1ª Vara Federal do Recife. Se tornou desembargador do TRF5 em 2021. O magistrado é casado com Renata Cavalcanti Wanderley Nogueira, tem cinco filhos e um neto.

Fonte: Repórter PB

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.