Sousa/PB -
prisão

Polícia prende Homicidas no interior da Paraíba, acusados de matarem frentista em SP

Os dois suspeitos foram presos no município de São Vicente do Seridó (PB), por policiais da 23ª Delegacia Seccional de Polícia Civil e do Núcleo de Homicídios da 13ª Delegacia Seccional de Polícia Civil.

Da Redação Repórter PB

22/01/2022 às 18:24

Ads 970x250
Tamanho da fonte

A Polícia Civil da Paraíba prendeu na manhã deste sábado (22), dois homens investigados pelo assassinado do frentista Wedson dos Santos Alencar, 21 anos, morto com um golpe de faca no dia 1º de janeiro. O frentista morreu nos braços do seu pai, com quem trabalhava, na cidade de Vinhedo (SP).


Os dois suspeitos foram presos no município de São Vicente do Seridó (PB), por policiais da 23ª Delegacia Seccional de Polícia Civil e do Núcleo de Homicídios da 13ª Delegacia Seccional de Polícia Civil. Eles fugiram de São Paulo para a Paraíba após cometerem o assassinato.


De acordo com as investigações, os dois homens bebiam na conveniência do posto de combustível e começaram a provocar outros clientes, gerando uma briga entre as partes. Wedson tentou conter a confusão, e minutos depois, os envolvidos foram embora.


“Só que, passados mais alguns minutos, esses dois investigados voltaram ao posto de combustíveis e chamaram por Wedson. O frentista achou que os investigados queriam pagar a conta e foi até eles. Aí, um dos homens desferiu um golpe de faca em Wedson, que caiu e foi a óbito no local”, disse a delegada seccional Alba Tânia.


O pai de Wedson tentou socorrer o filho, mas viu o frentista morrer em seus braços. Os dois homens, que estavam morando em Vinhedo, fugiram para São Vicente do Seridó, onde foram presos pela Polícia Civil na manhã deste sábado.


A justiça deverá determinar a transferência dos investigados para o estado de São Paulo, nos próximos dias.


Com ascom

Fonte: Repórter PB

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.