Segurança

PM atuará na fiscalização do cumprimento das medidas emergenciais e temporárias emitidas no decreto do governador

O Chefe do Poder Executivo, por meio do Decreto Nº 41.053 de 23 de Fevereiro de 2021, editou medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao contágio do Coronavírus

A Polícia Militar da Paraíba, órgão constitucional do Sistema de Segurança Pública irá atuar de forma integrada nas fiscalizações junto aos órgãos permanentes da Saúde, visando garantir a efetividade das medidas de disseminação do Coronavírus no território paraibano.

O Chefe do Poder Executivo, por meio do Decreto Nº 41.053 de 23 de Fevereiro de 2021, editou medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao contágio do Coronavírus.

Desta feita, determinou toque de recolher e restringiu o funcionamento de atividades comerciais, que costumeiramente fomentam a aglomeração de pessoas em ambientes ora relacionados no documento.

As restrições têm como base as bandeiras aplicadas em cada município, sendo essas vermelha ou amarela, conforme atualização do Plano Novo Normal, estabelecidos em documento ulterior. 

O 14º BPM, sediado em Sousa-PB, tendo em seu mapa geoadministrativo de atuação treze cidades do Estado, irá deflagrar no dia 24 de fevereiro a “Operação Previna-se”, disponibilizando efetivo, no apoio à órgãos estaduais e municipais de fiscalização das medidas contidas no teor do decreto e aplicação das penalidades.

A duração da operação é em conformidade com a vigência do Decreto 41.053. 

Faz-se um apelo aos cidadãos, acerca da extrema necessidade de obediência aos emanados dos órgãos de Saúde, mantendo os cuidados básicos como uso de máscaras, distanciamento social, álcool em gel, deslocamentos necessários.

O momento hodierno só será transposto com a conscientização de toda a comunidade.


Repórter PB

Destaques