Projeto

PB Rural Sustentável muda rotina da vida do homem do campo

O objetivo é evitar o êxodo rural e dar dignidade, conforto e segurança para o homem do campo.

O PB Rural Sustentável, programa executado pelo Projeto Cooperar, vinculado à Secretaria da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (Seafds), vem mudando a rotina de agricultores familiares residentes nas diversas regiões do Estado da Paraíba, com a implantação de ações estruturantes, como: acesso à água, construção de passagem molhada e implementação de arranjos produtivos. O objetivo é evitar o êxodo rural e dar dignidade, conforto e segurança para o homem do campo.


O resultado dessas ações pode ser visto na comunidade Rancharia, localizada no município de Monteiro, no Cariri paraibano. Lá, moram Irineu Firmino dos Santos (70) e Creuza Azevedo (68), que, após passarem mais de 40 anos tomando água de barreiros – um deles construído com suas próprias mãos – foram contemplados com uma cisterna de placa que armazena 16 mil litros de água, garantindo o acesso à água de qualidade para consumo, com impacto direto sobre a saúde e a segurança alimentar e nutricional.
 
A cisterna tornou-se realidade na vida do casal por meio do programa PB Rural Sustentável, por demanda enviada ao Projeto Cooperar pela Associação dos Produtores Rurais de Picos, Limitão e Catolé. Por conta disso, o casal está fazendo uma reforma na casa ampliando o telhado, para que na época da chuva mais águas rolem para dentro do reservatório. Nessas comunidades foram construídas 23 cisternas, beneficiando 23 famílias.
 
“Antes nem um carro-pipa podia comprar porque não tinha onde acumular. A água que conseguia era guardada em bombonas embaixo do juazeiro cambitada há vários quilômetros de distância, isso quase todos os dias”, lembra seu Irineu. Ele conta que, antes da cisterna, colocava o jumentinho na carroça e saía pela madrugada em busca de água, e na maioria das vezes, voltava ao anoitecer com a metade da bombona com o líquido, porque a escassez de água na região é grande. Agora, a água está logo ao lado de casa, trazendo mais comodidade ao casal.
 
Seu Irineu é aquele cidadão típico do Cariri: tem a pele queimada do sol, corpo suado de quem trabalha duro diariamente e mãos calejadas. Dona Creuza é de falar pouco, mas gosta muito de rir. É a própria dona de casa: gosta de ver tudo arrumadinho, varrer o quintal, alimentar os animais e aguar a plantação quando sobra um pouco de água. “Agora, com ele mais presente em casa, passei a me dedicar mais com meu marido”, comentou.
 
Eles disseram que estão ansiosos para verem o governador João Azevêdo. “Hoje eu e minha velha queremos agradecer pessoalmente ao governador pelo grande benefício que recebemos, pois, mesmo que a chuva demore a chegar, temos onde depositar a água do carro-pipa e esperar tranquilo pela vontade de Deus. Hoje temos água boa para beber praticamente dentro de casa, e ainda sobra para os animais e as plantações”, disse Irineu se reportando ao benefício que acabara de ganhar do PB Rural Sustentável.
 
O tempo que gastava procurando água nas redondezas de seu sítio, seu Irineu disse que está empregando na roça, na criação de aves, plantando hortaliças e em outras atividades. “E o melhor de tudo isso é o descanso que estou tendo, pois, sem esses esforços, estou recuperando a minha saúde e sem ter que me preocupar com o dia de amanhã, se vou encontrar água ou não, porque tenho certeza que a minha cisterna está cheia com as graças de Deus”, comparou.

Repórter PB

Destaques