Evento

Procon-PB ministra palestra sobre direitos do consumidor no Salão do Artesanato da Paraíba

Uma das beneficiadas é a artesã Iza Brito, do município de Boqueirão.

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba (Procon-PB), um dos parceiros na realização do 31º Salão do Artesanato da Paraíba, tem ministrado palestras sobre o Código de Defesa do Consumidor (CDC), orientando os direitos e deveres dos artesãos e consumidores que visitam o evento. As ações fazem parte do projeto “Fornecedor Consciente, Consumidor Contente”.

A superintendente do Procon-PB, Késsia Cavalcanti, falou da importância da palestra, que tem como objetivo tirar dúvidas dos artesãos e dos consumidores. “É um trabalho extremamente rico por possibilitar mudanças de comportamento e descobertas do que diz a lei sobre os artesãos, na condição de fornecedores, além dos direitos dos consumidores”, comentou, destacando a atuação do órgão na educação sobre o consumo e da maior aproximação com a população em ambientes como o Salão do Artesanato, que está sendo realizado na Orla de Cabo Branco, em João Pessoa, até o dia 2 de fevereiro.

O Procon-PB montou um estande com balcão de informações, orientações e atendimento para auxiliar os visitantes do Salão do Artesanato que possam ter dúvidas ou problemas de relação de consumo. “Nosso objetivo com esse estande de atendimento é auxiliar os fornecedores do Salão assim como os consumidores visitantes, esclarecendo suas dúvidas no momento que elas surgem durante a relação de consumo. É também uma meta do Procon-PB alcançar o maior número de fornecedores e consumidores com o objetivo de orientar, educar e salvaguardar seus direitos ”, explicou Késsia Cavalcanti.

Uma das beneficiadas é a artesã Iza Brito, do município de Boqueirão. “É muito importante porque tirou muitas dúvidas com informações valiosas que a gente não sabia: legalizar nossos negócios dentro das normas do Código de Defesa do Consumidor, de acordo com o Programa do Artesanato”, disse.

Caso o consumidor precise abrir uma reclamação, basta se dirigir ao estande do Procon-PB montado no Salão do Artesanato com cópias de documentos oficiais, além de comprovante de residência e registros que comprovem a situação para o devido atendimento. Além disso, o consumidor pode ter orientação do Procon-PB pelo telefone 151 ou pelo site www.procon.pb.gov.br

Repórter PB

Destaques