Combustível

A indústria do etanol e os benefícios para o meio ambiente

Esse combustível possui vários aspectos positivos que fazem com que tenha também uma importância significativa para matriz energética brasileira.

A cana-de-açúcar sempre representou para o Brasil uma grande importância econômica, isso porque a história do país é construída também a partir do cultivo da cana, já que o açúcar, por exemplo, foi uma das primeiras grandes riquezas, e durante um grande período foi a base da economia.

O etanol é um dos principais produtos do setor sucroenergético e é uma grande fonte renovável de combustível, sendo importante não só para a economia, como também para o meio ambiente. Esse combustível possui vários aspectos positivos que fazem com que tenha também uma importância significativa para matriz energética brasileira.

De acordo com a professora do Departamento de Tecnologia Sucroalcooleira da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Angela Vasconcelos, o principal ponto positivo do uso de etanol está relacionado a redução de poluentes e a preservação do meio ambiente. "A utilização de etanol reduz em média 90% da emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa quando comparado ao uso de combustíveis fósseis. A própria cana-de-açúcar usa em seu processo fotossintético a maior parte do dióxido de carbono emitido tanto na produção, quanto na combustão do etanol", explicou.

O Empresário e Especialista em Gestão Eletrônica, Cássio Adelino, pontua ainda que o desempenho de carros movidos à álcool é maior devido a sua taxa de compressão, que nada mais é do que o ar que é admitido dentro dos cilindros", isso faz com que a potência seja maior. “Além disso, diferente do petróleo, por exemplo, que é um combustível fóssil, um outro aspecto positivo do etanol é ele ser um biocombustível renovável, ou seja, é produzido a partir de uma fonte que pode ser renovada em um curto período de tempo, diferente dos combustíveis fósseis que levam milhões de anos para se formar”, explicou ele.

Angela Vasconcelos exemplificou ainda um outro aspecto. Segundo ela o processo de produção do etanol é autossuficiente energeticamente, isso porque é capaz de gerar a sua própria energia. "Todo o suporte energético necessário para o funcionamento da usina produtora de etanol é realizado através da queima do bagaço da cana-de-açúcar em caldeiras de alta pressão, gerando vapor que é transformado em energia térmica, mecânica e elétrica. Além disso, o excedente ainda pode ser vendido ao sistema de produção e transmissão de energia elétrica do país" concluiu a professora.

Coordenação de Comunicação

Repórter PB

Destaques