Sousa/PB -
eleições 2024

João Estrela fala de aliança do seu “especial interesse”, e revela o que motivou o rompimento com Tyrone

João Estrela ateve aos fatos que a política é de fato dinâmica, mutável, e acrescentou que “todos tenham a certeza que essa união há pouco tempo atrás impossível

Por Pereira Jr. • Articulista Polí­tico

30/03/2024 às 21:01

Imagem João Estrela e André Gadelha

João Estrela e André Gadelha ‧ Foto: reporterpb

Tamanho da fonte

O discurso do ex-prefeito João Estrela, presidente do diretório Municipal do PDT durante evento de filiações dos pré-candidatos a Vereadores ao MDB na manhã deste sábado (30) em Sousa, trouxe a baila alguns motes que prevalecerão para a campanha eleitoral.

Observadores atentos ouviram o ex-prefeito João Estrela, declarar que aquele ajuntamento de lideranças na Câmara de Vereadores, em épocas passadas, e recentes, “algum vidente há dois anos tivesse prenunciado uma sessão como essa; todos diriam que ele estava errado, e que era impossível”.

João Estrela ateve aos fatos que a política é de fato dinâmica, mutável, e acrescentou que “todos tenham a certeza que essa união há pouco tempo atrás impossível, ela hoje existe, está consolidada, e, mais do que isso, é do nosso especial agrado que ela continue”.

O ex-prefeito lembrou a plateia miscigenada com diversas cores partidárias, que sempre fez política sem tingir a quem quer que seja, defendendo o seu lado, sem atingir o lado adverso, e acrescentou: “ser democrático é isso. É reconhecer muitas vezes o erro dos outros, e respeitar. Mas, alguém pode perguntar: o que aconteceu na política de Sousa para que isso acontecesse? Eu vos digo em poucas palavras: eu sou defensor intransigente da democracia, e a liberdade de cada pessoa. Ninguém tem o direito de humilhar quem quer que seja. Ninguém tem o direito de submeter, impor, seja ele quem for. Não temos reis por aqui. E foi por um fato de querer impor, querer obrigar, querer determinar como aquele tipo: eu posso, eu quero, eu mando que determinou certamente não só o rompimento político, mas o favorecimento desta união que espero, como diz anteriormente, consolidada, e permanente por muito tempos juntos”.

O Presidente do Diretório do PDT no Município de Sousa, vestido com uma camiseta vermelha, asseverou que não acredita que nenhum homem ou mulher votem por imposição, obrigação por quer “fulano exigiu que ele (a) votasse. Estamos assistindo algo inédito na política de Sousa, funcionários da prefeitura obrigados a publicarem em sites de redes sociais, propagandas do Governo do Município. Estamos assistindo aqui pessoas que não podem passar na Rua que André mora, que João Estrela mora, que Gilberto mora, de qualquer outro membro da oposição mora. Estamos assistindo algo imaginário”, pontuou.

O discurso de João nos seus dez minutos foi de revelações, até antes não feitas pelo ex-prefeito, quando se refere ao hoje, adversário político, Prefeito, de Sousa, Fábio Tyrone.

Para algumas cátedras da política local, consultadas pelo Portal REPORTERPB, a tendência natural que os comícios durante a eleição municipal serão bem recheados de revelações, e cobranças das promessas não cumpridas entre tantos.

Portanto, o cenário já se desenha para as definições dos partidos aliados com seus pré-candidatos a prefeito, e vereadores, ficando apenas, a discussão para a indicação dos vices. 

Por parte da situação, o nome é do chefe de gabinete, Dr. Helder Carvalho. Há preço de hoje, o nome de Aldeone Abrantes que deva se filiar ao PT seja o indicado a vice.

Na oposição, Gilberto Gomes Sarmento na cabeça de chapa. A tendência que André Gadelha seja confirmando como vice. 

Quem quiser assistir o discurso completo de João Estrela, acessar a página TVREPORTERPB no Yuotube.

Tenho Dito

Pereira Júnior 

Editor do Portal REPORTERPB, Marketing, Comunicador, e Analista político 

 

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal:Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.