“Movimento” articula Tyrone na chapa majoritária com João Azevedo em 2022

Eis que surge Sousa uma espécie de íris da Paraíba comprovadamente

A possibilidade não é tão surreal. É capaz, e é possível isso acontecer, levando consideração uma série de fatores que possam possibilitar a homologação desta ideia que começa a tomar forma, e compasso no Sertão da Paraíba.


Existem importantes, e influentes líderes políticos de várias cidades sertanejas fomentando esse projeto para que o Sertão com toda a sua capacidade econômica importantíssima no Estado, sobre tudo, potencialidade eleitoral, igual, ou superior do que o complexo da Borborema, ou até mesmo, litorânea, e que nas últimas eleições influenciaram a disputa eleitoral apresentando os personagens destes setores considerados mais produtivos, ficando apenas a fatia para o Sertão de apoiar, votar, e bater pautas. Nada mais.


Esse cenário estar mudando com o surgimento de novas lideranças emergentes com qualidade comprovada administrativa, capazes de influenciarem sobre tudo em uma decisão política final a nível de Estado, mesmo levando em consideração o peso eleitoral das regiões da Borborema, e Litoral.


Eis que surge Sousa uma espécie de íris da Paraíba comprovadamente. A Terra dos Dinossauros deu de presente a maior votação proporcional no Estado a reeleição de Ricardo Coutinho em 2014, e na vitória de João Azevedo em 2018.


Esses dados vêm revelando caminhos, ao mesmo tempo alimentando sonhos. Então, muitos prefeitos, lideranças políticas sertanejas começaram a puxar o cordão, formando união de força objetivando acima de tudo serem ouvidos sim na formação da Chapa Majoritária de 2022, terminando essas hegemonia Borborema/Litoral, e por quer não incluir o Sertão?


Amigos, lideranças políticas ligados ao prefeito de Sousa, Fábio Tyrone já iniciaram a caminhada. Na quinta-feira (01), pipocaram as redes sociais com banners, panfletos de apoio ao chefe de executivo sousense para se possível figurar na vice-governadoria na chapa de Azêvedo. O pontapé da ideia ganhou propulsão.


Uma fonte próxima a Tyrone esclareceu que a manifestação dos amigos em prol do prefeito sousense só comprova a robustez desta nova liderança paraibana com capacidade de ocupar qualquer cargo político no Estado sem sobra de dúvidas. Entende porém essa Fonte ainda que o Chefe do Executivo Sousense neste instante esteja de fato preparado, e focado apenas em concluir seu mandato até 2024, depois, o “céu será o limite”, completou.


Na última entrevista coletiva de Imprensa, o Prefeito Tyrone revelou a esse colunista que nesta 1ª quinzena de julho há possibilidade de uma reunião de várias lideranças políticas sertanejas com o Governador João Azevedo para tratarem desta possibilidade que o sertão reivindica sem sombra de dúvida conversar sobre a majoritária em 2022. “Vamos apresentar isso ao Governador, o desejo destas lideranças sertanejas nesta agenda”, acrescentou. O vai acontecer depois, é bom aguardar os seus efetivos.


O último governador sertanejo eleito na história recente da política paraibana foi o sousense Antônio Marques da Silva Mariz em 1994. Governou o Estado apenas por nove meses, e faleceu de câncer em 16 de setembro do mesmo ano.


O tempo é o senhor da verdade. Quem viver, será! Poderemos ter outro sousense governador?


Tenho Dito


Pereira Jr.


Analista, articulista política, apresentador, radialista, multimídia, e diretor responsável pelo Portal REPORTERPB – 13 ANOS!

 

Destaques