Depressão teria sido o motivo da renúncia do Prefeito de Condado?

Em uma carta endereçada ao povo de Condado, “Jorginho” explica que as responsabilidades a ele atribuídas como Gestor Municipal, neste momento não são possíveis assumi-las

A renúncia do cargo de prefeito do Município de Condado na tarde e noite desta segunda-feira (08), feita pelo Gestor, Jorge Henrique de Andrade teria sido motivada por uma crise de depressão.


Em uma carta endereçada ao povo de Condado, “Jorginho” explica que as responsabilidades a ele atribuídas como Gestor Municipal, neste momento não são possíveis assumi-las.


Resumiu afirmando que “nessa condição, compreendo que ser mais nobre, me tratar e recuperar minha saúde, já que no momento não me encontro em condições de assumir as responsabilidades a mim atribuídas na administração do município de Condado”.


As informações que Jorginho desde a posse estava afastado do cargo, desiludido da política, e neste meio termo, o vice-prefeito, Marcelo Bezerra Dantas de Sá, agora terá a missão de gerir pelos próximos 4 anos a administração municipal, cuja posse a Câmara de Vereadores já marcou para às 19h desta terça-feira (08).
Jorginho teve o apoio do então Prefeito, Caio Paixão que estava completando seu círculo de oito anos de mandato como chefe do executivo municipal.
O Prefeito eleito, Jorginho disse que precisa cuidar de sua saúde neste momento, portanto não se sentia com condições para administrar a Cidade, e por isso renunciou.


O Prefeito, Jorge Henrique de Almeida foi eleito no dia 15 de Novembro de 2020 com 2.518 votos, representando, 56,92% dos sufrágios, enquanto o 2º colocado, Cristiano, 1.416 votos, e a 3ª colocada, Landinha com 490 votos.

 
Tenho dito


Pereira Jr.

Destaques