André Gadelha diverge de aliança do PSC com PSDB na Capital, e declara que vai lutar para Primo rever aliança com Cartaxo

André Gadelha mesmo sendo do MDB, porém do mesmo Grupo Político não explicou ao Portal se foi comunicado oficialmente pelo primo Marcondes Gadelha, presidente estadual do PSC da decisão de romper com os “Cartaxos”

O anúncio do rompimento da base política ao Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo por parte do PSC para apoiar a pré-candidatura a prefeito do PSDB, Deputado Federal Ruy Carneiro na manhã desta segunda-feira (29) não soou muito bem na base do ex-prefeito de Sousa, André Gadelha (MDB).


Após a notícia veiculada pelo Portal REPORTERPB, o ex-prefeito André entrou em contato com a Redação, e foi taxativo a declarar a respeito desta aliança: “Eu serei divergente ao posicionamento do PSC. Irei ainda lutar para o PSC rever”, completou.


André ainda sustentou que “acredita que no futuro o PSC reveja o apoio ao candidato de Luciano que tem feito uma gestão diferenciada, transparente, e operosa”.


Outro ponto que o ex-prefeito de Sousa lembrou foi que a administração do prefeito da Capital “tem uma aprovação popular, e com certeza lançará um candidato com o perfil da capital almejada para dar continuidade de seu governo”, reagiu.

LEIA MAIS - Grupo Gadelha deixa Cartaxo para apoiar Ruy à prefeito em João Pessoa


André Gadelha mesmo sendo do MDB, porém do mesmo Grupo Político não explicou ao Portal se foi comunicado oficialmente pelo primo Marcondes Gadelha, presidente estadual do PSC da decisão de romper com os “Cartaxos”, nem expos o motivo desta quebra de aliança, cujo partido mantém o sobrinho de Marcondes, José Gadelha Neto como Secretário-Executivo de Trabalho, Produção e Renda da Prefeitura de João Pessoa.

Por Pereira Jr.

Destaques