O dia após a prisão da Secretária da Administração da Paraíba, e seus efeitos

Primeira fase foi a própria Secretária encaminhar ao Governador, João Azevedo seu pedido de exoneração do cargo

Os efeitos da prisão decretada pela Justiça Paraibana contra a sousense, então secretaria de administração do Governo da Paraíba na noite deste sábado (16) quando ela chegava de Brasília no Aeroporto Castro Pinto pelo GAECO, Livânia Farias já começam a aparecer suas consequências.

 

Primeira fase foi a própria Secretária encaminhar ao Governador, João Azevedo seu pedido de exoneração do cargo.

Na carta renúncia, a sousense, esclarece:

- No dia de hoje (16) fui surpreendida com o cumprimento de um mandado de prisão expedido pelo nos autos de medida cautelar que tramita no Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba.

- Tenho absoluta convicção de minha inocência e de que não cometi qualquer irregularidade ou ilícito à frente dos cargos públicos que exerci ao longo de minha vida profissional.

- O momento exige integral dedicação à minha defesa jurídica. Provarei minha inocência e a verdade será restabelecida.

Em Nota o Governador João Azevedo disse “causar estranheza que tenham cerceado a liberdade da secretária apesar dela possuir domicílio certo, ter se colocado publicamente à disposição da Justiça ou de quaisquer órgãos de investigação e, principalmente, sem que tenha sido facultada uma única palavra de defesa ao longo de todo o processo investigatório, não obstante a execração pública antecipada”.

Na continuidade da Nota Oficial do Governo da Paraíba, reforça a “presunção de inocência, mandamento constitucional, deve ser respeitada e uma investigação, qualquer que seja ela, precisa estar em consonância com as normas fundamentais que asseguram a ampla defesa”.


O dia seguinte a tudo é a expectativa que gera com o que vai causar no staff governamental com efeito da prisão de Livânia provocada em Investigação Federal, cujas acusações vão desde a participar de um forte esquema de lavagem de dinheiro público, corrupção, e propina para Agentes Públicos, o que pode respingar em figuras fortes da política da Paraíba, até então intocáveis pela pecha da coerência, e lisura administrativa.


Como vai ressoar politicamente essa decisão judicial de prender Livânia, bloquear bens, móveis e imóveis até na Cidade de Sousa, é algo imaginado, e que todos os paraibanos deverão acompanhar o desdobramento das investigações do GAECO, e também a defesa que agora, a ex-secretária Livania apresentará no logo do processo.


Saiderias


**** Como vão se comportar os aliados, amigos, próximos da ex-secretária Livânia Farias, agora com ela fora do Governo do Estado, aqui no Município de Sousa?


**** Fontes informaram que Livânia tem Empresas na Paraíba com ligações de sociedades com importantes Empresários sousenses


***** Existem cargos de confiança de elevada consideração a nível estadual no âmbito municipal em Sousa, indicação de Livânia Farias, e com a sua saída da Gestão Azevedo, o que poderá acontecer?


***** É fato que a prisão da sousense, Livânia Farias mexeu com o mundo da Política de toda Paraíba, principalmente, parte do alto escalão


Frase do dia

“Tenho absoluta convicção de minha inocência e de que não cometi qualquer irregularidade ou ilícito à frente dos cargos públicos que exerci ao longo de minha vida profissional”, ex-secretária Livânia Farias na sua Carta Renúncia ao Governador, João Azevedo


Pereira Jr.
Analista politico
Contato com essa Coluna – 83- 98140-4747

Destaques