Terreno

CRC-PB abandona patrimônio dos contadores no município de Sousa; Confira

O terreno está com o muro depredado, muito lixo acumulado e até uma suposta criação de animais, num estado tal de abandono que o deixa vulnerável, inclusive, a uma invasão.

Uma extensa área de 1.600 m2, localizada à Rua Princesa Isabel, no bairro Gato Preto, em Sousa, que foi doada pela Prefeitura Municipal de Sousa ao Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba, se encontra em total abandono pela gestão do Órgão.

O terreno está com o muro depredado, muito lixo acumulado e até uma suposta criação de animais, num estado tal de abandono que o deixa vulnerável, inclusive, a uma invasão.

“Essa situação simboliza o descaso para conosco profissionais de todo o Sertão, ávidos pelo retorno, por meio de serviços e benefícios, dos valores pagos anualmente”, desabafou um contador, indignado.

Segundo ele, isso reflete a desastrosa gestão desastrosa apontada por recente auditoria realizada pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

A referida auditoria constatou uma série de irregularidades no exercício financeiro de 2018, elencando 12 itens que ferem leis federais, como as das Licitações (8.666/93) e a de Responsabilidade Fiscal (LRF), além de normas internas e do tribunal de Contas da União (TCU).

Além das irregularidades referentes ao descumprimento da Lei das Licitações, da LRF e das normas internas do CFC e do próprio CRC, o relatório nomina como responsáveis pelas irregularidades os membros da atual diretoria, além de um déficit patrimonial no CRC-PB nas contas de 2018.

Repórter PB

Destaques