Maior Agilidade

Governo discute redução de tempo de espera por cirurgias ortopédicas

A proposta da reunião foi para acertar e otimizar o fluxo da lista de espera dessas cirurgias com os três órgãos federativos: União, estado e município.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) sediou, na manhã desta quinta-feira (19), uma reunião com representantes do Ministério da Saúde (MS), Secretarias Municipais de Saúde, gestores da Rede Hospitalar e Ministério Público Federal (MPF) para traçar alternativas para diminuir o tempo de espera das cirurgias eletivas ortopédicas.

A agenda foi resultado de um encaminhamento de uma audiência do MPF em julho de 2019, que teve o objetivo de esclarecer quais providências são cabíveis pelo órgão central do MS referente à realização de cirurgias eletivas na Paraíba, na especialidade de ortopedia. A proposta da reunião foi para acertar e otimizar o fluxo da lista de espera dessas cirurgias com os três órgãos federativos: União, estado e município.

Para o diretor do Departamento de Atenção Especializada e Temática do MS, Marcelo Campos, a reunião deu um grande avanço na discussão da formação de uma lista de espera central de pacientes para cirurgias ortopédicas na Paraíba, assim como o gerenciamento dessa lista, monitoramento e alguns ajustes com os gestores locais e hospitais públicos estaduais e municipais para que o fluxo e a execução das cirurgias seja otimizado.

“Estamos trabalhando para melhorar a ortopedia em todo o país. Queremos dizer aqui que nos comprometemos em fazer com que as cirurgias eletivas aconteçam. Vamos rever a questão da Tabela SUS. Lembramos que o Ministério está disposto a dialogar e crescer. Vamos fazer isso juntos”, afirma.

O procurador federal José Guilherme Ferraz avaliou o encontro como positivo e declarou que essa é uma boa oportunidade para discutir a resolução de um problema crônico na Paraíba, já que as três instâncias do executivo estão presentes. “É uma boa oportunidade também para provocar o Mistério da Saúde a buscar algumas justificativas, como no caso da Tabela SUS. Agradeço a SES por ter aberto as portas e ter sediado essa reunião, que é de extrema importância para a melhoria da saúde pública na Paraíba. Saímos daqui com três encaminhamentos”, pontua.

A secretária executiva de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, esclareceu durante o encontro que a SES irá propor, em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), a pactuação com os municípios para reorganizar os custos, priorizando a fila das eletivas ortopédicas e se comprometeu em acatar o encaminhamento competente à SES, que é a atualização da lista única de pacientes e o tempo médio para a realização das cirurgias.

“A avaliação da reunião é positiva. É importante essa discussão técnica frente ao desafio que temos em cumprir essa demanda e otimizar o fluxo, diminuindo a fila que temos para realizar as cirurgias eletivas da ortopedia”, completa.

 

Repórter PB

Destaques