Previni Brasil

Saúde de São José da Lagoa Tapada fica em 2º lugar na PB no Programa Previne Brasil

A proposta tem como princípio a estruturação de um modelo de financiamento focado em aumentar o acesso das pessoas aos serviços da Atenção Primária

No 3º quadrimestre de 2020, São José da Lagoa Tapada foi o segundo município a atingir a maior nota entre os municípios da Paraíba, quanto a um dos Indicadores de pagamento por desempenho do Programa Previne Brasil.


Mesmo com as limitações do contexto da pandemia, o Serviço de Saúde obtive um resultado gratificante, após quatro meses de muito esforço e dedicação dos Profissionais da Atenção Primária, lembrou a Secretária de Saúde do Munícipio, Dra. Carmem Suzana.


São José da Laoa Tapada ficou em toda a Paraíba apenas a atrás da Cidade de Pedra Branca que atingiu pontuação de 87, enquanto o Município sertanejo, cravou o número 78, o que foi muito comemorado pelo Prefeito Claudio Antônio que está atendo aos serviços oferecidos pela Saúde a toda a população.


- Parabéns aos profissionais da Saúde; isso só nos motiva mais a trabalhar, e a certeza que administração em São José está no caminho certo, lembrou o Prefeito “Colorau” agradecendo o resultado positivo.
 
Previne Brasil

O programa Previne Brasil foi instituído pela Portaria nº 2.979, de 12 de novembro de 2019. O novo modelo de financiamento altera algumas formas de repasse das transferências para os municípios, que passam a ser distribuídas com base em três critérios: capitação ponderada, pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas.




A proposta tem como princípio a estruturação de um modelo de financiamento focado em aumentar o acesso das pessoas aos serviços da Atenção Primária e o vínculo entre população e equipe, com base em mecanismos que induzem à responsabilização dos gestores e dos profissionais pelas pessoas que assistem. O Previne Brasil equilibra valores financeiros per capita referentes à população efetivamente cadastrada nas equipes de Saúde da Família (eSF) e de Atenção Primária (eAP), com o grau de desempenho assistencial das equipes somado a incentivos específicos, como ampliação do horário de atendimento (Programa Saúde na Hora), equipes de saúde bucal, informatização (Informatiza APS), equipes de Consultório na Rua, equipes que estão como campo de prática para formação de residentes na APS, entre outros tantos programas.


Repórter PB

Destaques