DIA DO AGRICULTOR

Paraíba tem 45% de área ocupada pela agricultura familiar e lei que destina alimentos do setor para merenda escolar ainda é não é cumprida

A Paraíba ocupa a sexta posição regional, com 45% da sua área ocupada pela agricultura familiar.

Dados do Censo Agropecuário Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a agricultura familiar é responsável pela produção de 70% dos alimentos consumidos no país. Segundo o Censo Agropecuário, 77% dos estabelecimentos ligados à agricultura no Brasil são classificados como familiar e o Nordeste se posiciona como protagonista do setor. A Paraíba ocupa a sexta posição regional, com 45% da sua área ocupada pela agricultura familiar.


Nesta quarta-feira (28), data em que se celebra o Dia do Agricultor, o deputado estadual Jutay Meneses (Republicanos) evidenciou a importância que a agricultura familiar desenvolve no estado e voltou a cobrar o cumprimento da Lei Federal nº 11.947/09, que prevê que 30% dos recursos destinados à compra da merenda escolar, sejam gastos na aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar.

“Não é de hoje que destaco a relevância que o agricultor familiar e sua técnica de trabalho possuem para o desenvolvimento do estado. São famílias que se doam para que alimentos de qualidade cheguem à mesa dos paraibanos, preocupando-se com a manutenção e preservação do solo. Precisamos valorizar a classe e estimular. Nesse último quesito, acredito que cumprir a lei que determina a aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar para merenda escolar é o primeiro passo para essa valorização e reconhecimento da classe”, pontuou Jutay.

Dificuldades – Diante da pandemia do novo coronavírus, o agricultor familiar na Paraíba também sofreu os impactos. De acordo com a Chefe de Divisão do Centro de Comercialização de Agricultura Familiar (Cecaf) da Prefeitura de João Pessoa, Natalia da Silva Beserra, os agricultores que atuam no espaço têm relatado alguns desafios.

“O escoamento de toda produção é uma coisa que os agricultores da Cecaf vêm comentando muito com a gente, por vezes é necessário vender para atravessadores, outro ponto importante é que muito deles não tem um sistema de irrigação adequado. Além da de apoio para o deslocamento de uma cidade para outra, para conseguir vender a produção nas feiras, já que muitos deles não têm carro próprio”, relatou.

 Atualmente a Cecaf atua com 69 famílias da agricultura familiar dos municípios de João Pessoa, Conde, Alhandra, Natuba e Mataraca.

Repórter PB

Destaques