Sousa/PB -
Vencedores

SENAI realiza etapa escolar do Grand Prix de Inovação em João Pessoa e Caaporã

O evento, que busca estimular projetos de caráter inovador, aconteceu nos últimos dias 14 e 15 de junho.

Da Redação Repórter PB

23/06/2022 às 07:30

Ads 970x250
Imagem Equipe vencedora do Grand Prix de Inovação realizado no Centro de Formação Profissional Odilon Ribeiro Coutinho, em João Pessoa

Equipe vencedora do Grand Prix de Inovação realizado no Centro de Formação Profissional Odilon Ribeiro Coutinho, em João Pessoa ‧ Foto: Divulgação

Tamanho da fonte

Nos últimos dias 14 e 15 de junho, foi realizada a etapa escolar do Grand Prix SENAI de Inovação, em João Pessoa e Caaporã. O evento é uma iniciativa que busca estimular projetos de caráter inovador e fortalecer o ecossistema empreendedor com ações que geram soluções às demandas reais da indústria. 

No último dia 14, os alunos do Centro de Formação Profissional Odilon Ribeiro Coutinho, em João Pessoa, precisaram desenvolver iniciativas para o setor de vestuário e costura industrial. A ação foi realizada dentro do SENAI Lab, com a participação de alunos de quatro cursos diferentes, nas modalidades de Técnico e Aprendizagem.

A equipe vencedora da etapa realizada em João Pessoa foi composta pelos alunos Ana Luiza dos Santos, Jamerson Felix Batista, Jislene Bezerra, Jessilene Carla, Thayná de Albuquerque. Eles desenvolveram uma solução para a reutilização dos resíduos têxteis provenientes do setor de corte de uma indústria têxtil nacional.

No dia 15 foi a vez dos alunos do Centro de Formação Profissional Robson Braga de Andrade, em Caaporã, participarem do evento. Eles precisaram construir soluções para o Desafio SENAI de Projetos Integradores, que é um passo adiante na Saga SENAI de Inovação. A maratona de inovação foi concluída com a apresentação dos Pitches das seis equipes participantes para a banca avaliadora. Foi a primeira vez que o evento aconteceu no SENAI de Caaporã.

Os alunos Any Laura Nazário, Fernanda Maria Ferreira, Lucas Moura, Lucas dos Santos e Vícthor Felipe Nazário fizeram parte da equipe vencedora, que desenvolveu o projeto “Automação de sistemas e processos com Python”, para resolver a diferença na classificação do estoque e a dificuldade no processo de informação nos setores. O projeto sugere um programa que utiliza a linguagem de programação Phyton para automatizar esse processo de classificação. A ideia é utilizar um mecanismo que identifica os produtos que passam pelo detector para a realização do cálculo de estoque. 

As equipes vencedoras foram premiadas com medalhas e certificados. Nos próximos meses será realizado o Desafio SENAI de Projetos Integradores, onde as equipes multidisciplinares desenvolvem os protótipos funcionais para os problemas estudados, dando continuidade aos projetos desenvolvidos nesta etapa. 

Fonte: Repórter PB

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.