Levantamento

Pesquisa realizada pela Fiep mostra panorama da covid -19 na indústria da Paraíba

O levantamento foi feito de forma remota, através de link, onde representantes de 126 empresas do setor foram ouvidos

Uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado da Paraíba – FIEP, entre os dias 29 de março e 7 de abril, revela como a Covid-19 afetou a força de trabalho no setor industrial paraibano. O levantamento foi feito de forma remota, através de link, onde representantes de 126 empresas do setor foram ouvidos.


O levantamento é uma contribuição da FIEP para o controle da Pandemia no setor industrial. O objetivo é mensurar o afastamento do trabalho por parte dos colaboradores da Indústria em decorrência da COVID-19, e também medir o impacto do avanço da doença, através da apresentação dos percentuais de infecção nos segmentos industriais.

Participaram da pesquisa, empresas de micro (24%), pequeno (56%), médio (12%) e grande (8%) porte. Os dirigentes de cada uma delas responderam perguntas relacionadas a afastamento de colaboradores, mortes em decorrência da Covid-19, perfil de saúde dos trabalhadores, e o percentual de colaboradores infectados com e sem comorbidades.

O estudo apontou que na Paraíba, em 77,4% das indústrias houve afastamento de trabalhadores em decorrência do novo coronavírus, e em 9,7% foram registrados óbitos causados pela doença. Apenas 22,6% não tiveram afastamentos. A taxa de infecção no setor ficou em 1%, e de letalidade 0,01%.

Segundo a pesquisa, o percentual de colaboradores infectados ficou distribuído da seguinte forma, 43% na indústria de transformação, 35% em outros segmentos, 17% na indústria da construção civil, e 4% na indústria de mineração.

Indústrias de João Pessoa e Campina Grande

Com relação aos casos de Covid-19 em João Pessoa, 53 indústrias participaram do levantamento, sendo 23% micro, 59% pequena, 10% média e 8% de grande porte. Na capital, 79,4% das empresas industriais registraram afastamento de colaboradores infectados pela Covid-19, e em 11,8% delas tiveram mortes de trabalhadores por conta da doença.

A distribuição dos casos de Covid, por setor industrial foi da seguinte forma: 38% construção civil, 35% transformação, 6% mineração e 21% outros setores. Já a taxa de infecção nas indústrias de João Pessoa, foi de 0,8% e de letalidade 0,06%.

Já em Campina Grande, onde o estudo ouviu representantes de 64 indústrias, distribuídas da seguinte forma: 20% micro, 52% pequeno, 18% médio e 10% de grande porte. Em 73,1% delas houve afastamento de colaboradores que contraíram a Covid-19, e em 7,7% houve morte de trabalhadores pela doença.

O percentual de colaboradores infectados por setor industrial foi o seguinte: 35% na indústria de transformação, 30% na indústria da construção civil, 10% na indústria de mineração e 25% em outros setores.

Em relação à taxa de infecção na indústria de Campina Grande, o percentual foi de 1,3% e a taxa de letalidade 0,04%.


Assessoria de Comunicação

Repórter PB

Destaques