covid-19

Bruno determina início imediato da vacinação, após a chegada das vacinas a Campina Grande

Prefeito diz que cidade está pronta para antecipar imunização com as 3.719 doses recebidas do Ministério da Saúde

A campanha de vacinação da Covid-19 deve começar nesta terça-feira, 19, na cidade de Campina Grande. O prefeito Bruno Cunha Lima determinou que o município inicie a imunização de forma imediata logo após a chegada das doses. A Secretaria Municipal de Saúde já estruturou toda a logística e os preparativos para o início da campanha.


A vacinação deve ser iniciada pelo Complexo Hospitalar Municipal Pedro I, referência no tratamento do novo coronavírus para Campina Grande e mais 69 municípios. A solenidade vai acontecer no prédio administrativo da unidade hospitalar e os primeiros a serem vacinados são trabalhadores que se tornaram símbolos da luta no enfrentamento à Covid-19 na cidade.


“Este momento representa muito para nossa cidade, nosso estado e nosso país. É o primeiro passo para a retomada da esperança. Estamos esperando ansiosamente e batalhando muito desde o início para termos essa vacina em Campina Grande e, assim que as doses chegarem, vamos iniciar a imunização porque já estamos com tudo preparado”, disse o prefeito Bruno.


Inicialmente, a vacinação em Campina Grande será aplicada em profissionais de saúde que estão lidando diretamente no combate à pandemia e nos idosos que vivem em casas de permanência. O município está recebendo 3.719 doses nesta primeira remessa, quantitativo insuficiente para imunizar todos os profissionais e idosos, por enquanto.


Os trabalhadores, inclusive, devem fazer um cadastramento para agendamento da vacina, através do link https://forms.gle/YJ2bqF5dEgJfmRgB7


“Vamos iniciar priorizando os trabalhadores que estão mais expostos ao vírus, trabalhando diretamente nos serviços de referência, e os idosos a partir de 60 anos de idade morando em abrigos, como o Instituto São Vicente de Paulo. Essa, inclusive, é a recomendação do Ministério da Saúde, até que sejam enviadas mais doses da vacina”, explicou o Secretário Municipal de Saúde, Filipe Reul.


Campina Grande estruturou suas 57 salas de vacina, além da compra de geladeiras para armazenar as vacinas e 120 mil seringas e agulhas para dar início à campanha de vacinação. O Município também foi o primeiro do país a protocolar um Plano Municipal de Imunização junto ao Ministério da Saúde.

Repórter PB

Destaques