Luto

Pleno aprova Votos de Pesar pelos falecimentos do ex-deputado Pedro Adelson e da senhora Eva Maria

Já a propositura à Eva Maria de Moura foi dos desembargadores Ricardo Porto e Fátima Bezerra.

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba aprovou, por unanimidade, Votos de Pesar pelo falecimento do ex-deputado estadual Pedro Adelson Guedes e a senhora Eva Maria de Moura, mãe dos advogados Walter e Walber Agra. As menções, deferidas na sessão administrativa desta quarta-feira (27), foram de outorgas dos desembargadores Carlos Martins Beltrão Filho, José Ricardo Porto e Fátima Bezerra Cavalcanti.

Ao lembrar do amigo, advogado e conterrâneo, que também foi procurador-geral do Estado, o desembargador Carlos Martins ressaltou que ele deixa um grande legado de serviço e exemplo para a Paraíba. Do mesmo modo, ao se referir a Pedro Adelson, o presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, disse que ele era uma pessoa de caráter excepcional, lembrando da época em que estagiou no seu escritório de advocacia. “Foi um grande gestor na área da Administração do nosso Estado”, pontuou.

Pedro Adelson Guedes dos Santos morreu aos 80 anos de idade. Além de deputado estadual, ele foi um dos principais nomes da advocacia paraibana. Atuou como secretário várias vezes no Governo da Paraíba, incluindo a pasta de Segurança Pública, assim como na função de procurador-geral.

Já a propositura à Eva Maria de Moura foi dos desembargadores Ricardo Porto e Fátima Bezerra. “Foi uma pessoa que soube sempre guiar os filhos pelo caminho do bem e da verdade”, disse a desembargadora Fátima Bezerra.

Repórter PB

Destaques