Programação

Fundac realiza programação em homenagem às mães nas unidades socioeducativas

Nesta quarta-feira (15), às 9hs, será a vez do Centro Socioeducativo Edson Mota (CSE).

A programação voltada para o mês dedicado às mães teve inicio nas unidades socioeducativas nesta terça-feira (14). A Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente ‘Alice Almeida’ (Fundac), por meio do Eixo Abordagem Familiar e da Escola Integral Almirante Saldanha, iniciou as celebrações pelo CEA/JP, onde mães encontraram os filhos e foram homenageadas. Nesta quarta-feira (15), às 9hs, será a vez do Centro Socioeducativo Edson Mota (CSE).

A diretora técnica da Fundac, Waleska Ramalho, representando o presidente da Fundação, Noaldo Meireles, lembrou que esses momentos também são de reflexão. Ela enfatizou para os jovens que ‘a família precisa ser a base de tudo’. “A família precisa ser o inicio, meio e fim das nossas vidas”, destacou. Na ocasião, agradeceu a todos que fazem a Fundac, escola e lembrou que a missão dos que estão envolvidos com a socioeducação é fazer a diferença na vida de cada adolescente.

O diretor da unidade, Luciano Barros, considera importantes esses momentos em que o objetivo é a socioeducação. Para ele, os jovens e adolescentes têm a oportunidade de “recriar os laços necessários para o fortalecimento da família”. Ele parabenizou a iniciativa e tratou a todos como filhos ao pedir que tenham juízo.

Para a coordenadora do Eixo Abordagem Famíliar, Cida Pereira, “esses momentos festivos são muito importantes principalmente para quem se encontra em cumprimento de medidas e o eixo tem essa responsabilidade de criar essas situações que visam o fortalecimento dos vínculos familiares inserindo também os novos perfis de família”.

Escola presente - A diretora da Escola Integral Almirante Saldanha, Tatiana Pinangé, disse que “esses momentos são importantes por que criam uma reconexão com esse universo, com a família, com as novidades e muitos não têm essa conexão familiar e o papel da escola é também fazer essa conexão com eles’, comentou.

T.L.de L, 16 anos, estava muito feliz com a visita do seu bebê de apenas duas semanas de vida e que foi levado pela irmã para visitá-lo. Segundo o adolescente, que tomava em seus braços o filho pela segunda vez, disse não querer essa vida nem pra ele nem pra o seu bebê. “Só penso em me tornar uma pessoa melhor”, comentou ao beijar o filho. M.L.L, 17 anos e há seis meses no CEA estava radiante com a visita da sua avó a quem ele chamava de mãe. “Acho importantes esses momentos. Acho bonito e divertido”, declarou.

A homenagem às mães contou com apresentação musical organizada pelos professores de música da escola na unidade Bennet Oliveira e Clevaldo Rodrigues. Eles cantaram um clássico do rei Roberto Carlos - Como é Grande o meu amor por Você - e trouxeram a música para o seu universo em forma de rap. Segundo o professor Bennett, eles perceberam que o estilo musical não sofre preconceito. Dessa forma, W.M., 19 anos, adaptou a letra para um rap expressando o amor que sente pela mãe.

A solenidade foi encerrada com a entrega de certificados para alguns dos internos que participaram da oficina de fabricação de materiais de limpeza, ação do eixo Profissionalização. As mães, avós e pais presentes receberam um kit com sabonete líquido/toália, produzidos pelos internos. A celebração as famílias continuam nas demais unidades socioeducativas no Estado.

Programação:
Dia 14/5-CEA/JP
Dia 15/5- Centro Socioeducativo Edson Mota-CSE
Dia17/5-Semiliberdade
Dia 18 e 19/5- Lar do Garoto e Abrigo Provisório
Dia 22/5- Centro Socioeducativo Rita Gadelha(unidade feminina)
Dia 24/5-CEA/Sousa

Repórter PB

Destaques