Reunião

Frente Parlamentar discute propostas para o desenvolvimento do semiárido paraibano

O encontro contou com a presença de especialistas do Instituto Nacional do Semiárido (Insa)

A Frente Parlamentar em Defesa do Semiárido da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou reunião, nesta quarta-feira (3), para discutir pautas de relevância para o desenvolvimento do interior do Estado. O encontro contou com a presença de especialistas do Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para sugerir políticas públicas de enfrentamento aos problemas sociais e econômicos dos municípios do semiárido paraibano.

Para a presidente da Frente Parlamentar, deputada Pollyanna Dutra (PSB), o semiárido é uma pauta que serve de mediação do Parlamento com a região. "Nós vamos, a partir de agora, juntamente com o Insa, fazer uma resolução para encaminhar ao governador João Azevêdo e pedir uma reunião com ele para que a gente possa direcionar a Frente, através de um alinhamento com as políticas públicas do Governo do Estado. Vamos também fazer uma reunião com a bancada federal para que a gente possa unificar o discurso e as propostas e ter as emendas parlamentares direcionadas aos municípios, gerando desenvolvimento, oportunidades e um melhor IDH", afirmou.

O diretor do Insa, Salomão de Sousa Medeiros, explicou a importância da formação da Frente para atender as demandas da população do semiárido. "A reunião, ao meu entender, foi muito rica, pois pautou os principais problemas do semiárido, que são a questão da água, a agricultura familiar, a saúde e desertificação. O caminho é discutir e estamos em um ambiente totalmente apropriado, que é a discussão dentro do Parlamento e, posteriormente, levar esses resultados para o Executivo e que isso possa chegar às pessoas lá na ponta”, ressaltou.

Já o pesquisador da UFPB, Jonas Duarte, destacou que a Assembleia cumpre o papel social de contribuir para a construção de propostas que beneficiem quem mais precisa. “Quem aplica, executa e faz chegar ao povo as pesquisas que nós fazemos é o agente político. Então, consideramos fundamental que uma Frente Parlamentar discuta o desenvolvimento do semiárido, que representa hoje 85% do território paraibano, sendo uma região muito especial e que precisa ter uma atenção específica”, pontuou.

Também participaram da reunião os deputados estaduais Cabo Gilberto Silva, Chió, Dr. Érico, Jeová Campos, Júnior Araújo, Nabor Wanderley e Taciano Diniz.

Repórter PB

Destaques