Saúde

Hospital Geral de Mamanguape comemora aumento no número de doação de leite

O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado

O Hospital Geral de Mamanguape registrou um aumento de 120% na quantidade de leite materno doado no seu Posto de Coleta de Leite Humano – PCLH em 2018. No ano passado, foram doados aproximadamente 66 litros, enquanto em 2017 foram apenas 30 litros doados. Hoje o posto do HGM abastece o Banco de Leite Humano Anita Cabral, em João Pessoa, onde o produto é pasteurizado e encaminhado às maternidades para suprir as necessidades dos bebês internos nos leitos neonatais e nas Unidades Terapia Intensiva.

Segundo o diretor geral da unidade de saúde, Reginaldo Lota, o crescimento das doações é a comprovação do empenho redobrado nas ações promovidas pelo hospital. “Nossa equipe vem focada em um trabalho norteado pela sensibilização e conscientização da amamentação e doação. Outro ponto que ressalto nas ações é o amor e dedicação de todos os envolvidos”, frisou.

Na Paraíba, o HGM é um dos destaques em atividades no contexto do aleitamento materno. As estratégias não ficam restritas ao espaço físico do posto de coleta, e nem mesmo às doações. Além de dar suporte e orientações às parturientes internas na própria maternidade, a equipe promove treinamento profissional para equipes da Atenção Básica de Saúde dos municípios da região, encontros com as gestantes ainda durante o pré-natal na Unidade Básica de Saúde - UBS, realiza a rota domiciliar para coletar sem tirar a doadora do conforto de seu lar, e organiza reuniões com as mamães durante datas alusivas ao tema, como no Agosto Dourado, mês que evidencia as ações na promoção do aleitamento materno.

No total, em 2018, foram realizados 29 treinamentos, 168 pacientes inscritas no posto, 369 ordenhas mamárias e 1.734 mulheres orientadas. “Mais importante que os números é a forma pela qual chegamos até eles. Fazemos tudo pensando no bem estar dos dois, mamãe e bebê, exercendo uma conduta dentro do contexto da humanização no atendimento”, destacou Amanda Priscilla, supervisora do PCLH/HGM.

Na região do Vale do Mamanguape, para ser doadora, é só procurar o posto de coleta de leite humano do HGM, estar amamentando o filho, estar saudável e ter excesso de produção de leite. Além disso, a equipe prestará todas as orientações necessárias para o correto armazenamento e entregará o Kit Doação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (83) 3292-9071.

O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado, pois atende todas as necessidades de nutrientes e sais minerais da criança até os 6 meses de idade. Além disso, o ato de amamentar aumenta o vínculo entre mãe e filho e os protegem de algumas doenças.

Repórter PB

Destaques