servidores

Prefeito de Marizópolis sobre a mira do TCE, e Gestão é tida como a que mais contrata comissionados

No exercício financeiro de 2018, o prefeito Zé de Pedrinho gastou com pagamento de servidor o valor de R$ 9.121.227,53

O Prefeito Zé de Pedrinho do Município de Marizópolis, entrou na lista do Tribunal de Contas do Estado nos alertas sobre o Acompanhamento de Gestão.


Entre os índices que podem comprometer o resultado orçamentária, financeira da administração está ausência de instrumentos do PPA, LDO, e LOA vigentes para o exercício de 2019.


Ainda ausência de cadastro dos servidores municipais, bem como não divulgação da remuneração dos mesmos.


No Município de Marizópolis, conforme relatório do exercício financeiro de 2018, o mês de junho tinha 502 servidores, o que gerou uma folha de pagamento de R$ 788.905,13.


No mês de agosto, o prefeito Zé de Pedrinho, comunicou ao TCE que sua folha de servidores estava com 500 funcionários. No mês de dezembro, a folha baixou para 392 servidores, mas gerou uma despesa de pagamento de R$ 1.047.662,92.


No exercício financeiro de 2018, o prefeito Zé de Pedrinho gastou com pagamento de servidor o valor de R$ 9.121.227,53.




Quadro de efetivo do Município de Marizópolis é formado por 219 servidores. Comissionados 123, Contratação por excepcional interesse público 41, isso referente ao mês de dezembro.


No mês de junho de 2018, o quadro de comissionado era de 238, enquanto os efetivos chegavam a 207.


Na Câmara de Vereadores dos 9 Parlamentares, 6 é da base aliada ao governo Municipal. O Ministério Público Estadual deve ficar de olho nesta gestão. 

Repórter PB

Destaques