Homeoffice

Trabalhando em casa: Energisa dá dicas para que o consumo de energia nesse período de isolamento não aumente

Com uma rotina mais organizada e adoção de novos hábitos, você pode economizar energia elétrica, evitando que seu consumo suba no fim do mês.

A família mais tempo em casa, trabalho à distância (teletrabalho ou homeoffice) e intensificação de trabalhos artesanais podem ser sinônimo de conta de energia mais alta no fim do mês, mas não precisa ser assim. Com uma rotina mais organizada e adoção de novos hábitos, você pode economizar energia elétrica, evitando que seu consumo suba no fim do mês.

“Como energia é algo que não podemos tocar, muitas vezes não percebemos que estamos consumindo mais. Mesmo sem mudar a quantidade de eletrodomésticos ligados, o consumo tende a subir, pois nossos hábitos mudam, ainda que de forma sutil. Mais tempo em casa significa mais celular sendo carregado, ventiladores ou ar condicionado ligados por mais tempo, mais vezes que a geladeira é aberta, e por aí vai. Tudo isso influencia e impacta no fim do mês”, explica Felipe Costa, gerente de serviços comerciais da Energisa.

Costa destaca ainda que “A revisão dos hábitos individuais e coletivos no dia a dia, são fundamentais para garantir um consumo mais adequado às condições de cada família. A Energisa quer que todos tenham o conforto da energia elétrica sem sustos com o orçamento doméstico no fim do mês”.

Trabalhando em casa? Veja o que pode fazer a diferença:

- Uma dica que faz a diferença é escolher um ambiente ventilado e com iluminação natural para trabalhar. Assim, não é preciso acender as luzes durante o dia, e se o clima estiver mais fresco, é possível evitar o ventilador. Se não for possível, dê preferência ao uso de lâmpadas de LED, que consomem menos energia.

- Se o calor for intenso e o uso do ar condicionado for inevitável, priorize a temperatura a partir de 23ºC.

- TV ligada para fazer barulho pode ser uma boa companhia nesse momento, mas poderá impactar no consumo de energia no fim do mês. Sempre que possível, evite deixar a TV ligada sem necessidade.

- Celular hoje em dia é item necessário, mas fique atento ao recarregar. Carregue somente quando realmente estiver com pouca carga e tire da tomada quando chegar ao 100%. Depois que terminar, tire também o carregador da tomada, para evitar fuga de energia.

- Mais de uma pessoa trabalhando em casa? Evite extensões. Além do risco de sobrecarregar a rede interna do imóvel, a extensão pode fazer o equipamento trabalhar mais e assim consumir mais energia.

- Vale tentar trazer para dentro de casa hábitos do antigo ambiente de trabalho, como por exemplo: ter uma garrafa térmica para água. Assim, a geladeira não é aberta muitas vezes, evitando o abre e fecha. Quanto mais ar quente entra na geladeira, mais o aparelho consome energia para manter a baixa temperatura.

- Trabalhando com computador em casa? Durante os intervalos desligue o monitor, pois essa é a parte do aparelho que mais consome energia.

- Evite equipamentos em stand by. Tirar da tomada o que não está sendo usado é a melhor opção para economizar.

A Energisa preparou mais dicas no seu perfil do YouTube e nas redes sociais. Há orientações sobre como economizar energia com as crianças em casa e alertas sobre os equipamentos que mais gastam energia em vídeos curtos. Basta acessar www.youtube.com/energisaoficial e conferir.

 

Repórter PB

Destaques