Sessão Plenária

TCE-PB aprova voto de pesar pelo falecimento da jornalista Lena Guimarães

Ela faleceu aos 62 anos, vítima de falência múltipla de órgãos, em decorrência de um câncer no pâncreas.

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba aprovou, à unanimidade, em sessão plenária desta quarta-feira (20), voto de pesar pelo falecimento da jornalista e colunista política Lena Guimarães , ocorrido na manhã da última segunda-feira (18), em hospital particular, em João Pessoa. Ela faleceu aos 62 anos, vítima de falência múltipla de órgãos, em decorrência de um câncer no pâncreas.

Lena ocupou diversas funções no jornalismo paraibano. Foi repórter, redatora e chefe de reportagem do Jornal A União, além de editora dos cadernos de Cultura, Cidades, Economia e Política no Correio da Paraíba. Ela também ocupou o cargo de diretora de jornalismo do Sistema Correio de Comunicação e de secretária de Comunicação do Estado, no governo José Maranhão (2009-2010). A jornalista foi ainda editora-geral do jornal O Momento e repórter regional da Folha de S. Paulo e do Jornal do Brasil.

Há alguns anos, Lena Guimarães mantinha coluna no Jornal Correio da Paraíba. Ela também levava suas análises dos bastidores da política aos programas Correio Debate e Jornal da Correio, ambos na TV Correio.

Autor da propositura, o conselheiro presidente do TCE-PB, Arnóbio Viana, destacou, na sessão, a trajetória da jornalista.

Em seguida, o conselheiro Fernando Catão reconheceu o apoio que a jornalista Lena sempre deu noticiando o Tribunal de forma fidedigna. O conselheiro Arhtur Cunha Lima fez questão de registrar, por sua vez, “a correção e dedicação profissional” que testemunhou desde quando foi deputado.

O conselheiro André Carlo destacou a admiração profissional pela jornalista. “O seu elogio era uma láurea e a sua crítica um ensinamento”, enalteceu.

Também usou a Tribuna, durante sessão, o advogado Johnson Abrantes, para manifestar o pesar pela morte da jornalista Lena Guimarães, em nome dos advogados que atuam no Tribunal de Contas da Paraíba. “Lena era um ícone do Sistema Correio de Comunicação. Deixa uma lacuna no jornalismo paraibano”, destacou.

Voto de Pesar - auditor Antônio Duarte - O Tribunal de Contas Estado da Paraíba também aprovou, nesta quarta-feira (20), voto de pesar pelo falecimento do auditor de contas públicas Antônio Duarte dos Santos, (69 anos), ocorrido no dia 04/11, em João Pessoa.

“Era um grande profissional”, destacou o conselheiro Arnóbio Viana.

Auditor de Contas Públicas desde 1983, Duarte sempre atuou na auditoria de contas municipais. Ele também foi por mais de uma vez eleito presidente do Sindcontas.

Repórter PB

Destaques