Oportunidade

Sudema realiza curso Boas Práticas Ambientais para pessoas autuadas por poluição sonora

O curso é dividido em cinco módulos, sendo ministrados pela Coordenadoria de Educação Ambiental (Ceda) e da Divisão de Fiscalização (Difi) da Sudema

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) realizou, nesta semana (16 a 18), no auditório da autarquia, a 17ª edição do curso “Boas Práticas Ambientais: a reeducação para uma conduta saudável”. A atividade é obrigatória e destinada para pessoas que infringiram as leis ambientais. Nessa edição, os doze infratores que participaram do treinamento foram atuados por poluição sonora e durante a capacitação participaram de aulas teóricas, prova e palestras, tendo como embasamento a Lei de Crimes Ambientais.

O curso é dividido em cinco módulos, sendo ministrados pela Coordenadoria de Educação Ambiental (Ceda) e da Divisão de Fiscalização (Difi) da Sudema, tendo como fundamento a Lei n° 9.605 de fevereiro de 1998, que tem a finalidade de limitar as ações humanas na natureza e determina as sanções penais/administrativas derivadas de condutas prejudiciais ao meio ambiente.

A comerciante Deizilene da Silva, disse que o curso foi de grande valia para as suas ações futuras. “Este curso foi muito importante, pois no meu caso eu não sabia o quanto a poluição sonora é prejudicial ao ser humano e ao meio ambiente, e com esse trabalho desenvolvido pela Sudema estou bem mais consciente e irei prestar mais atenção e ter mais cuidado com o meio ambiente”, afirmou.

No último dia do curso, dentre as atribuições da capacitação, os infratores ministraram uma palestra para os alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Epitácio Pessoa, localizado no Centro de João Pessoa. Na oportunidade, foram apresentados para as crianças noções da legislação ambiental como também relatos das experiências dos infratores em relação aos delitos que cometeram.

A aluna Ana Paula da Silva, 12 anos, aproveitou a atividade para ressaltar a responsabilidade de todos os cidadãos em respeitar o meio ambiente. “O meio ambiente precisa do cuidado de todos nós, temos que cuidar da natureza, não podemos ligar o som alto, pois prejudica a nossa audição e a vida de todos os animais”, ressaltou.

Já o estudante Fernando Lima, 13 anos, destacou a necessidade de cuidar dos nossos resíduos. “Devemos separar o nosso lixo, já que existem os coletores para cada tipo de lixo e os catadores podem reciclar e ganhar dinheiro para alimentar seus filhos”, frisou.

Ao finalizar, todos os infratores receberam os certificados devidamente assinados pelos instrutores e diretores da Sudema, além de terem de volta seus equipamentos que haviam sido apreendidos.

 

Repórter PB

Destaques