festival

Longa Frei Damião - O Santo do Nordeste é selecionado para festivais na Paraíba

Na mesma linha de valorização da cultura, fundado em 2005, o 14º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro tem como objetivo fomentar, reconhecer e contemplar

Após ser intitulado Hors Concours pela curadoria do 23º festival Cine PE, com sucesso de estreia, o filme agora vai participar de festivais em Campina Grande e João Pessoa


Após uma estreia de sucesso no 23º Cine PE como Hors Concours, no Recife, o longa pernambucano Frei Damião - O Santo do Nordeste, dirigido por Deby Brennand e produzido pela Fábrica Estúdios, agora alça novos voos: foi selecionado para dois festivais na Paraíba, no Nordeste. O filme irá participar da competição de longas no 14º Festival Audiovisual Comunicurtas, em Campina Grande, e de uma mostra não competitiva no 14º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, em João Pessoa.

Com o tema “Cinema, juventude e preservação”, o 14º Festival Audiovisual Comunicurtas, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, presta homenagem a coletivos culturais e reforça o apoio às produções audiovisuais nordestinas, como o longa Frei Damião - O Santo do Nordeste. Realizado desde 2006, o festival surgiu para preencher a falta de espaços voltados para filmes de curta-metragem e independentes na cidade. Ao enxergar a cultura como uma contrapartida social, o Comunicurtas busca possibilitar o acesso ao multiculturalismo existente no Brasil. O filme sobre Frei Damião, que vai participar da competição do festival, será exibido no dia 28 de novembro, às 20h30, no Cine Teatro São José.

Na mesma linha de valorização da cultura, fundado em 2005, o 14º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro tem como objetivo fomentar, reconhecer e contemplar novos talentos e futuros profissionais da área do audiovisual do país. Celebrando o centenário do cinema paraibano, que é o principal homenageado da edição, o evento tem como proposta explorar a pluralidade de gêneros e a diversidade temática, estética e geográfica do Brasil. O longa, que participará de uma das mostras do festival, chamada Sob o Céu Nordestino - não competitiva -, será exibida no dia 30 de novembro, às 18h30, no Cinépolis Manaíra, em João Pessoa.

SOBRE O FILME

Roteirizado por Nadezhda Bezerra, O filme Frei Damião – O Santo do Nordeste tem o desafio de contar a história do capuchinho que é um grande símbolo de fé e cultura para o Nordeste, região onde se dedicou a evangelizar. Conhecido como “Mensageiro de Deus”, Frei Damião andou mais de um milhão de quilômetros. Durante 66 anos, a pé, a cavalo ou de carro, percorreu estados nordestinos como Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Bahia e Ceará, nas Santas Missões.

O objetivo do longa, através das imagens inéditas captadas pelos cineastas Otacílio Cartaxo e Machado Bitencourt na década de 60, entrevistas, depoimentos, testemunhos de milagres e reinterpretação de acontecimentos, é também mostrar um ser humano que está acima da religião. Para Pablo Lopes, produtor e produtor-executivo do documentário, o filme é sobre uma pessoa forte dentro de uma religião, mas que representa algo muito mais de fé, sensação e sensibilidade. O longa não foca apenas nos seus adoradores, mas se preocupa em mostrar o legado do capuchinho também para aqueles que não o conhecem e desejam entender o significado dele para uma legião de seguidores.


A expectativa é de que o documentário Frei Damião – O Santo do Nordeste vá para salas comerciais do Brasil em 2020, com distribuição da EloCompany. O filme contou com o incentivo da Ancine e patrocínio master do Café Santa Clara, além de patrocínio da Petrovia, da CHESF, do BNB, da Kicaldo, da Atiaia Energia e da Loja do Condomínio.


EXIBIÇÕES

Como toda a história do capuchinho está atrelada ao Nordeste, principalmente ao Recife, onde fica o Convento de São Félix, no Pina, e a Basílica da Penha, em Santo Antônio, de bases capuchinhas, a première aconteceu na capital pernambucana. Considerado uma jóia dos festivais brasileiros, o Cine PE foi palco da première do documentário, em julho de 2019. O longa-metragem, ainda, ganhou o título Hors Concours pela curadoria do festival e foi um sucesso de estreia, lotando o Cinema São Luiz com um público de diferentes estilos, idades e credos, na noite de abertura do evento.


Já em setembro deste ano, o documentário foi exibido pela primeira vez ao ar livre, na cidade de São Miguel, no Rio Grande do Norte, terra de grande devoção do capuchinho - onde há um santuário chamado Frei Damião em construção -, sendo também um dos locais de gravações. Além de ter sido filmado na Itália, país natal do frade, o longa teve cenas captadas em cidades de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba. Depois de ter sido exibido no Recife e São Miguel, agora é a vez de Campina Grande e João Pessoa.

SERVIÇO


Exibição do longa Frei Damião - O Santo do Nordeste no Festival Comunicurtas (UEPB)

Data: 28/11

Hora: 20:30

Local: Cine Teatro São José - R. Lino Gomes da Silva, 211, São José, Campina Grande, PB


Exibição do longa Frei Damião - O Santo do Nordeste no Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro

Data: 30/11

Hora: 18h30

Local: Cinépolis Manaíra Shopping - Av. Gov. Flávio Ribeiro Coutinho, 805 - Manaíra, João Pessoa

 

ascom

Repórter PB

Destaques