Você está aqui:
Sindicato de atores lança Código de Conduta contra assédio

Organização quer banir testes em quartos de hotéis e aconselha que o contato seja feito por meio de agentes

Na sequência das denúncias de assédio sexual envolvendo grandes nomes de Hollywood, o Sindicato de Atores da Indústria do Entretenimento (SAG-AFTRA) publicou na última quinta-feira (12) as primeiras premissas para um Código de Conduta sobre Assédio Sexual. Uma delas é a exigência para que sejam vetadas audições e reuniões em quartos de hotel, como ocorreu em diversos casos denunciados pelas vítimas de assédio.

"O SAG-AFTRA se opõe que audições, entrevistas e reuniões profissionais similares sejam realizadas em quartos de hotel, ou residências privadas", diz o texto publicado no site do sindicato, reproduzido pela AFP.

"Exortamos que produtores e outros responsáveis na tomada de decisões, com influência e controle da carreira profissional de outros, PAREM de ter essas reuniões profissionais nesses locais de alto risco e busquem alternativas de locais mais apropriados", completa o texto.

Outra premissa é que as reuniões entre os atores e clientes sejam marcadas pelos agentes de ambos. Caso o ponto de encontro seja inevitavelmente o hotel, que os atores compareçam acompanhados por alguém de confiança. O documento foi divulgado meses depois da série de escândalos que ganhou as manchetes de jornais e os protestos nos tapetes vermelhos das estreias. O estopim teriam sido as denúncias de atrizes contra o influente produtor Harvey Weinstein.

O ex-magnata foi acusado de assediar centenas de funcionárias, entre atrizes e modelos, desde 1990. A sua estratégia passava por convidar mulheres ao seu quarto de hotel para uma reunião de trabalho, que costumava terminar com ele nu, pedindo massagens ou se masturbando na frente das vítimas .

Para silenciar as mulheres, Harvey Weinstein costumava oferecer promessas de fama ou ameaçava atrapalhar as suas carreiras. Entre as atrizes que denunciaram o figurão estão nomes como Mira Sorvino, Rosana Arquette, Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie, Cara Delevingne e Léa Seydoux.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.