O abraço dos afogados entre Zé Célio, Lindolfo e André pode acontecer em 2022?

Essa notícia já anda preocupando Lindolfo Pires, e André Gadelha

Fontes revelam que o médico sousense, Dr. Zé Célio deverá disputar mesmo é uma cadeira de Deputado Estadual nas próximas eleições, e não para Federal como tinham anunciado.


Para tanto, estaria conjecturando com um Grupo de Lideranças independentes que está fazendo forças para formar uma coligação com nomes importantes em toda a Paraíba, e assim, buscar conquistar de cinco a seis cadeiras na Casa de Epitácio Pessoa.


O nome de Zé Célio fora convidado para compor essa força, e assim representar, Sousa, e Região nesta composição.


Essa notícia já anda preocupando Lindolfo Pires, e André Gadelha no âmbito no Município de Sousa.


Analistas políticos fizeram uma conta rapidamente, levando em consideração, as últimas eleições estaduais, e chegam a uma conclusão catastrófica.


Os 42 mil eleitores sousenses, apenas 22 mil votam em candidatos da casa, ficando 20 mil para o “rasga-rasga” dos postulantes de fora.


Portanto, e uma conta simples, regra de três, 22 mil, divididos por 3, chegamos a soma de 7.333 votos para cada postulante sousense, o que pode levar ao abraço dos “afagados”, os três não conseguindo êxito, ou vitória, mesmo alguns tendo base eleitoral fora de domicílio. É importante sair de casa com um número de votos bastante maiúsculo.



Em 2018, Zé Célio disputou para Deputado Estadual em carreia solo, e conseguiu a 1º colocação em voto no Município de Sousa com 9.657 sufrágios, sem nenhum apoio de lideranças políticas da Cidade.


O segundo mais bem votado foi o Deputado Lindolfo Pires (Podemos), com 9.119 votos que teve o apoio do Grupo do Prefeito Fábio Tyrone.


A terceira colocação foi para o deputado Renato Gadelha (PSD) com 3.576 votos que teve o apoio do ex-prefeito André Gadelha, hoje pré-candidato a Deputado Estadual.


Com esse resultado, Sousa ficou sem representação legitima na Assembleia Legislativa da Paraíba.


Esse feito pode se repetir em 2022.


A pergunta que não se cala é: “é isso mesmo que o eleitor sousense quer? Se houver mais consciência, e 30 mil voltassem nos representantes de casa, o cenário poderia mudar, ou não?


Há três legislaturas que Sousa não consegue um Federal, e duas que não elege legitimamente um estadual.


Tenho Dito


Pereira Jr.
Analista, e articulista político, Apresentador, Editor do Portal REPORTERPB

 

ERRATA: Lindolfo não perdeu duas eleições seguidas. O Parlamentar não conseguiu êxito apenas em 2018. Quem de fato perdera duas eleições seguintes (2014/20218) foi o Deputado Federal, o sousense Leonardo Gadelha, e atualmente é pré-candidato novamente.

Destaques