Justiça Eleitoral assegura pedido de registro da Coligação da Prefeita Chaguinha de Edilson em Coremas

No entanto, a informação que os votos computados no dia 15 de novembro para a prefeita Chaguinha se quer seriam considerados, não passa de mais uma Fake News.

Recebi durante todo o dia de hoje, ligações de amigos, populares, familiares do Município de Coremas, me perguntando a respeito da questão relacionado ao registro de candidatura da prefeita, Dra. Chaguinha de Edilson, e seu Vice, Irani Alexandrino.


A questão parte do principio da Ata da convenção partidária que homologa os registros de candidaturas tanto de prefeito, como de Vereadores, e que teve pedido de impugnação, deferida pelo juiz da 52ª ZE.


Os advogados da Prefeita, Dra. Chaguinha de Edilson recorreram ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, e conseguiram liminar que garante a todos os candidatos desta Coligação do PDT concorrerem legalmente o pleito do dia 15 de novembro de 2020.


Diante do caso em voga, os adversários da prefeita, teriam em tese, disseminados uma onda de Fake News pelas redes sociais, trazendo desinformação, e espalhando pânico no âmbito municipal. O que em tese pode caracterizar crime eleitoral, quem assim proceder. Para tanto, o setor jurídico da Prefeita, Chaguinha estaria em alerta a respeito do assunto.


No entanto, a informação que os votos computados no dia 15 de novembro para a prefeita Chaguinha se quer seriam considerados, não passa de mais uma Fake News.


O setor jurídico da Prefeita acrescenta que essa botaria tem tão somente o objetivo de atingir a candidatura à reeleição de Dra. Chaguinha de Edilson, seu companheiro de chapa, Irani Alexandrino, e todos os candidatos a Vereadores da Coligação.


Ao tempo que o setor jurídico tranquiliza a população coremense sobre essa onde de Fake espalhada em tese pelos adversários da prefeita, que ela, Dra.

Chaguinha candidata a reeleição continua fazendo sua campanha naturalmente. Seu nome estará nas urnas para a escolha e julgamento do eleitor do município de Coremas no dia 15 de novembro próximo. E vamos deixar o uso do expediente da  Fake News, e deixar que o povo mesmo descida, por quer esse comportamento, só prejudica a democracia.


Tenho Dito!


Pereira Jr.
Radialista/Apresentador de TV

Destaques