EM SOUSA: Prefeito diz que uso da hidroxicloroquina só se for com a permissão da ciência

“O uso de qualquer medicação só será por nós adotada como regra se tiver autorização da ciência, a indicação da OMS"

Durante a entrevista coletiva do Prefeito Fábio Tyrone nesta quinta-feira (21) na Cidade Sousa, o Gestor se reportou ao questionamento feito por Editor do Portal REPORTERPB, Pereira Jr sobre adotar ou não o Protocolo do uso da hidroxicloroquina para pacientes acometidos por covid-19 no âmbito Municipal.

O Chefe do Executivo Municipal foi enfático ao dizer que “sempre vai basear as ações na ciência, o que diz a OMS, e a realidade do Município, o que não é a realidade de São Paulo, João Pessoa, que também não é a realidade de Cidades que ainda não têm nenhum caso (covid19) registrado”.

Tyrone ressaltou na sua resposta que Sousa escreve até o momento 91 casos confirmados por Covid-19, e acrescentou: “O uso de qualquer medicação só será por nós adotada  como regra se tiver autorização da ciência, a indicação da OMS. Por achismo, por empirismo, até com algum deboche, nós jamais vamos se filiar a isso”.

Por outra lado, o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone lembrou que: “se a ciência apontar medicações que possam resolver, ou minorar os efeitos da Covid-19, iremos seguir, se não nada será feito sem o apego a medicina, o que aponta a OMS e a ciência”, finalizou.

A interrogação feita por Pereira Jr ao Prefeito de Sousa teve como prerrogativa o Protocolo que a Prefeito Romero Rodrigues de do Município de Campina Grande pediu a Secretaria de Saúde que implantasse um protocolo que prevê prescrição da hidroxicloroquina em pacientes com estágio inicial da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. De acordo com a prefeitura, o gestor consultou especialistas e se entusiasmou com possíveis vantagens para pacientes e para o sistema de saúde municipal.

Em uma Live o Presidente da República, Jair Bolsonaro que defende o uso da hidroxicloroquina no combate a covid-19, disse na última terça-feira:

- "Mais um ponto para você, Romero. Dá oportunidade para o povo, porque lá na frente pode ser que diga que a cloroquina não serviu para nada, tudo bem, mas pode ser que daqui há dois anos, diga "olha realmente curava", e o Romero e eu não vamos ter na consciência, "oh nós evitamos, muitos morreram e podiam ter sido salvos", na minha consciência e do Romero não vai ter isso", disse o presidente.

Portanto, em Sousa o Prefeito Tyrone foi claro ao dizer que só permitirá o uso da hidroxicloroquina caso haja uma decisão da ciência sobre o assunto no combate a Covid-19.

Por Pereira Jr.
Editor do Portal Reporterpb

Destaques