praça

Nota dos Oficiais e Praças da Polícia Militar critica defesa da FAMUP sob o Prefeito de Poço Dantas preso acusado de Embriaguez, e desacato

Nossa entidade, que representa os policiais e bombeiros militares que atuam nos 223 municípios da Paraíba

NOTA

A Caixa Beneficente dos Oficiais e Praças da Polícia Militar e Bombeiro Militar aconselha a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) a se informar melhor dos fatos antes de soltar informações deturpadas para tentar defender um de seus integrantes, que foi preso e autuado por desacato, desobediência e embriaguez ao volante, no último fim de semana, crimes que para um servidor público já é vergonhoso e quando se fala em um prefeito, torna-se mais lastimável ainda.

Nossa entidade, que representa os policiais e bombeiros militares que atuam nos 223 municípios da Paraíba, foi surpreendida nesta segunda-feira (12) com uma nota onde a Famup quis confundir a opinião pública, falando que o prefeito de Poço Dantas tinha sido agredido por policiais militares, e o texto trazia intimidações expressas aos profissionais, dizendo que iria se queixar ao governador.

A verdade dos fatos é que o referido prefeito, com visíveis sintomas de embriaguez, estava tentando tirar o carro do estacionamento de um evento particular, mas outros veículos particulares estavam impedindo a saída dele. Ele então começou a usar termos pejorativos contra policiais militares que foram até o local e denegriu publicamente a honra e a imagem desses profissionais.

A Caixa Beneficente, ao tempo em que se solidariza com os policiais que participaram da ocorrência, informa que vai acompanhar o caso, inclusive cobrando do legislativo uma posição contra a conduta praticada por quem se diz ser “representante do povo” de Poço Dantas.


Caixa Beneficente dos Oficiais e Praças da Polícia Militar e Bombeiro Militar da Paraíba

Repórter PB

Destaques