Mandado de Prisão

Polícia Civil prende no Rio de Janeiro, suspeito de matar vereador no interior da Paraíba

O crime já havia sido elucidado à época dos fatos, com a prisão de algumas pessoas, mas os executores estavam foragidos.

Trabalho conjunto das polícias civis da Paraíba e do Rio de Janeiro resultou na prisão nesta quinta-feira, 02 de dezembro, de um dos homens investigados pela morte do vereador Antônio de Souza Araújo (‘Antônio do Cartório’), crime cometido no dia 30 de maio de 2019, na cidade de Natuba (PB).


O crime já havia sido elucidado à época dos fatos, com a prisão de algumas pessoas, mas os executores estavam foragidos. Hoje, a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu um deles. Ele tem 36 anos de idade e estava foragido na cidade de Duque de Caxias (RJ).

O mandado de prisão foi expedido pela Comarca de Umbuzeiro (PB), com base nas investigações realizadas pelo Núcleo de Homicídios de Queimadas (PB).

Antônio do Cartório foi assassinado a tiros quando saía de uma sessão parlamentar, em Natuba. O motivo do crime seria disputas políticas entre mandantes e vítima.

O Poder Judiciário deverá determinar a transferência do preso para a Paraíba.

Repórter PB

Destaques