mandado de prisão

Preso suspeito de matar ex-secretária de Saúde de Santa Helena a facadas

Cícero Correia Nascimento foi preso neste final de semana em Aracaju, Estado do Sergipe, durante a realização de uma blitz da Polícia Militar, aparentemente por acaso

Cícero Correia Nascimento foi preso neste final de semana em Aracaju, Estado do Sergipe, durante a realização de uma blitz da Polícia Militar, aparentemente por acaso.


Ao fazer levantamento da ficha criminal do Indivíduo foi constatado a suspeita do homicídio ocorrido em agosto de 2018 no Estado de São Paulo, contra a pessoa de Francilânia Ribeiro Pinheiro, ex-secretária de saúde do Município de Santa Helena na Paraíba.


Cícero Correia Nascimento é acusado de matar a ex-esposa a golpe de faca-peixeira no pescoço, e desde desta época estava foragido da justiça. Agora será encaminhado a São Paulo a comarca aonde responde pelo homicídio.


Entenda o caso


Francilânia Ribeiro Pinheiro levou duas facadas e o principal suspeito do Crime é o marido dela, que ainda não foi encontrado.


O crime aconteceu do apartamento do casal, no quinto andar. Francilânia Ribeiro Pinheiro, de 48 anos, estava em casa no domingo (4), com o marido, o empresário Cicero Correia, de 34.


Segundo informações do condomínio eles tinham acabado de chegar de viagem quando vizinhos ouviram uma discussão.


De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 21h50, Cícero deixou condomínio de carro e sozinho. Ele não foi visto desde então. Francilânia foi morta com duas facadas, uma no ombro e outra no pescoço.


Na última terça-feira (6), parentes pediram ao zelador do prédio para procurá-la. A porta estava trancada, sem sinais de arrombamento, e o corpo caído na sala.


Para polícia, o marido é o principal suspeito. A faca usada no crime foi apreendida. Em imagens do circuito interno do edifício mostram o casal chegando e Cícero saindo. Elas já estão com a polícia.


O casal nasceu no município de Cajazeiras, sertão da Paraíba. "Laninha", como era conhecida, foi Secretaria de Saúde da cidade de Santa Helena, no estado nordestino. Amigos lamentaram uma morte dela nas redes sociais. Francilânia deixa uma filha. A vítima foi sepultada em Santa Helena sua Terra Natal.

Repórter PB

Destaques