Estado

Ambulatório de Traumatologia da Paraíba ganha mais uma especialidade médica

O Ambulatório de Traumatologia da Paraíba funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 16h

O Ambulatório de Traumatologia da Paraíba (ATP), que auxilia o Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, passará a contar com atendimento especializado de cirurgia geral somando 10 especialidades médicas, o que vai auxiliar no tratamento de vítimas graves, após alta hospitalar.

Para o diretor geral da unidade de saúde, Laecio Bragante, a nova especialidade beneficiará os pacientes que se submeterem à laparotomia exploratória de emergência. “Esse procedimento é bastante significativo na nossa unidade de saúde, já que é bem comum em acidentados de trânsitos, arma de fogo e arma branca. Por isto, essa especialidade médica é fundamental para o acompanhamento desses pacientes”, ressaltou.

O Ambulatório de Traumatologia da Paraíba funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 16h, realizando serviços de retornos, exames de imagens (raios-x), curativos de alta, média e baixa complexidade e serviço de aparelho gessado, como também serviços de enfermagem e ambulatorial.

Durante a pandemia o ATP não parou de funcionar e continuou recebendo retornos médicos oriundos do Hospital de Trauma. Só de janeiro a julho, o ambulatório realizou 11.921 atendimentos, sendo que, 6.698 retornos médicos, sendo que, 84% foram de Ortopedia (5.602). Outras especialidades foram: Neurocirurgia (360), Buco-maxilo-facial (224), Cirurgia Vascular (191), Cirurgia Torácica (112), Urologia (98), Cirurgia de mão (21), Cirurgia Plástica (16), Neuroclínica (10). Além destes serviços, o ambulatório realizou atendimentos de enfermagem, encaminhamentos emergenciais, curativos, exame de imagem e aparelho gessado, totalizando 5.223 atendimentos.

Um destes pacientes atendidos foi o gesseiro Wesley Rafael Ferreira, 32 anos, que sofreu uma queda de moto e teve que dar continuidade ao tratamento no ambulatório. “Esse serviço é muito bom, nos dá tranquilidade para concluirmos a nossa recuperação traumática. Só tenho que agradecer aos médicos que me atenderam no Hospital de Trauma e os que me acompanham aqui nas consultas de retorno”, completou.

Segundo a coordenadora administrativa do ATP, Alzira Cardoso, o trabalho do ambulatório é muito importante para os pacientes que precisam de acompanhamento após a alta hospitalar. “A maioria dos nossos pacientes são cadeirantes ou com mobilidade reduzida, já que nosso carro chefe é a Ortopedia. Este atendimento dá continuidade ao trabalho realizado no Hospital de Trauma, promovendo saúde e bem-estar de maneira bastante humanizada”, frisou.

O Ambulatório de Traumatologia da Paraíba atende diariamente 135 pessoas, ou seja, cada especialidade realiza normalmente 15 consultas, dependendo da demanda pode até ultrapassar essa média. Os agendamentos podem ser realizados pelo telefone 3218-5822.

Repórter PB

Destaques