Apelo

ASPOL/PB lança campanha contra assédio moral

O material foi apresentado ao delegado geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, durante reunião realizada com a diretoria da Associação.

A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba - ASPOL/PB lançou, na terça-feira (22), a campanha contra o “Assédio Moral” nas unidades policiais do Estado. O material foi apresentado ao delegado geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, durante reunião realizada com a diretoria da Associação.

No material, que será afixado nas Delegacias, a ASPOL/PB alerta e orienta os policiais sobre as situações que possam se caracterizar assédio moral, que é quando um superior hierárquico ou colega pratica atos de forma repetida, como por exemplo: humilhar, constranger, delegar tarefas impossível, cobrar metas sem que haja condições, ignorar problemas de saúde, perseguir e impedir do profissional se capacitar.

Uma das formas de assédio mais contastes na Polícia Civil da Paraíba, relatadas pelos próprios profissionais da segurança, é a transferência do policial para outras delegacias, de forma injusta e sem nenhum motivo aparente. A ASPOL/PB já impetrou mandados de segurança nos anos anteriores, saindo vitoriosa e conseguindo a recondução dos servidores transferidos injustamente.

“Essa campanha é um apelo de muitos policiais que constantemente sofrem assédio moral nas delegacias. Muitos investigadores e delegados associados já relataram ter sofrido algum tipo de assédio moral, e a ASPOL inicia essa campanha educativa a fim de orientar e inibir essa conduta criminosa, que prejudica muito a saúde do profissional vítima”, disse a presidente da ASPOL, Suana Melo.

Repórter PB

Destaques