Saúde

Hospital Geral de Mamanguape sedia 4º Mutirão de Cirurgia de Catarata e realiza 150 procedimentos

Para o procedimento, foram encaminhados 150 pacientes que já vinham sendo acompanhados pela Atenção Básica de Saúde de suas cidades de origem

O Hospital Geral de Mamanguape iniciou, nesta segunda-feira (12), a 4ª edição do Mutirão de Catarata no Vale do Mamaguape. A ação da Secretaria Estadual de Saúde realizará 150 procedimentos, beneficiando pacientes oriundos dos 11 municípios da 14ª Região de Saúde da Paraíba.

“É uma alegria fazer parte de um trabalho que traz de volta a qualidade de vida para as pessoas”, comemora Dr. Sydney Toscano, oftalmologista coordenador do grupo de 10 profissionais, divididos em três equipes, que atuam nesta segunda-feira e terça-feira (13) na unidade.

Para o procedimento, foram encaminhados 150 pacientes que já vinham sendo acompanhados pela Atenção Básica de Saúde de suas cidades de origem, onde foram feitos exames prévios e, após triagem por profissionais locais, foram relacionados para uma imediata intervenção cirúrgica.

Dona Clotilde Maria de Araújo, de 69 anos, mamanguapense, saiu do bloco cirúrgico compartilhando alegria. “Estou muito feliz, pois antes não conseguia ler a bíblia, ficava vendo tudo duplicado e embaralhado. Agora, a primeira coisa que vou fazer é correr para a igreja para agradecer”, disse ela.

A comitiva da cidade de Mataraca compareceu já neste primeiro dia, liderada por Mercês Gouveia, secretária municipal de Saúde. “Esta é a terceira vez que participo como gestora. Num total, nossos munícipes foram contemplados com 67 cirurgias nessas três oportunidades. Trata-se de um procedimento caro, o que evidencia ainda mais o tamanho do bem que esse mutirão da SES promove ao povo de nossa região”, explicou.

Essa é a quarta vez que o mutirão acontece no Hospital Geral de Mamanguape. Somando as edições de 2015, 2017 e do primeiro semestre deste ano, mais de 450 cirurgias de catarata foram ofertadas na unidade. “O sucesso desse trabalho é visível principalmente no olhar de cada cliente. Contudo, também é o reflexo do trabalho de logística que tem sido feito, visando conseguir proporcionar um ambiente favorável para o desenvolvimento desse bem”, destacou Reginaldo Lota, diretor geral do hospital.

Catarata – É uma doença dos olhos que consiste na opacidade parcial ou total do cristalino – lente natural do globo ocular que é responsável pela focalização da visão para perto e para longe. A disfunção provoca a diminuição progressiva da visão, podendo ser congênita ou adquirida. A catarata pode ser desencadeada por vários fatores, como traumatismo, idade, diabetes e até uso de medicamentos sem indicação médica. O tratamento consiste em cirurgia, que é realizada há séculos e apresenta grau elevado de cura da doença.

O Hospital Geral de Mamanguape, construído pelo Governo do Estado da Paraíba, foi inaugurado em 2 de julho de 2014. Hoje conta com 70 leitos, sendo 20 na clínica médica, 10 da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), 10 leitos de Pediatria, 15 na Maternidade e 15 na Clínica Cirúrgica. Além disso, são oferecidos também aos pacientes exames laboratoriais, eletrocardiograma e raio-X. Quase 500 profissionais estão envolvidos no funcionamento da unidade. A Unidade presta atendimento aos moradores dos municípios que compõem o Vale do Mamanguape: Rio Tinto, Pedro Régis, Mamanguape, Baía da Traição, Capim, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Marcação e Mataraca.

Repórter PB

Destaques