O triste dever de um Repórter ao anunciar o falecimento do amigo Rômulo Gouveia

Me acordei por volta das 5:10h deste domingo (13) com um telefonema que jamais vou esquecer. O amigo, empresário Jucélio Rocha de Lima

Me acordei por volta das 5:10h deste domingo (13) com um telefonema que jamais vou esquecer. O amigo, empresário Jucélio Rocha de Lima, com voz embargada, choroso, me comunicada da morte do meu amigo, Deputado Federal, Rômulo Gouveia.

Foi como uma bomba que estivesse estourado dentro do quarto. Como sempre durmo pela madrugada, me preparava para viajar de João Pessoa a minha querida Sousa, logo cedo, às 7h. Tudo desfeito. Não tinha chão.

Como repórter cumpriu a mim ser o primeiro a informar a toda Paraíba do acontecendo pelo Portal REPORTERPB. Trouxe a notícia em 1º mão com o coração dilacerado de dor pela triste partida do querido “Gordinho”, assim O chamada carinhosamente, todavia que nos encontrávamos. Logo em seguida pipocou a notícia em todo o Estado.

A última vez que lhe vi foi na cobertura do 1º de maio no Município de São José da Lagoa Tapada durante a partida final do campeonato de futebol local. Como não chegou no momento, Rômulo indagava insistentemente a minha Esposa Dinha aonde eu me encontrava que não chegava aquele lugar. “Quero prestar uma entrevista ao meu amigo Pereira”, dizia Rômulo. Ali mesmo ao meio ao sol forte, o “Gordinho” me concedeu a sua entrevista, que para mim foi a última, contando dos atos administrativos como Deputado em defesa dos municípios menos abastados desta Paraíba.

Ao final da entrevista, Rômulo que tinha uma amizade também carinhosa com minha Esposa Dinha, nos cumprimentou com um abraço afetuoso, e se dirigiu ao município de Nazarezinho para compromissos políticos.

Bom gente! Foi o último momento que estive com o “Gordinho”. Fiquei chocado com a informação de seu falecimento. Não somente eu, seus amigos, familiares, toda a Paraíba.

Quero aqui nestas poucas linhas externar meu profundo sentimento a Família do deputado federal, Rômulo Gouveia. Que Deus na sua infinita bondade conforme a todos neste momento de dor e saudade.

Rômulo era um Cidadão extremamente atencioso, sua marca registrada.

Pereira Jr.

Destaques