Sousa/PB -
ação judicial

Ex-prefeito de Sousa se livra de condenação por peculato na Justiça Federal

O Ministério Público Federal (MPF) havia acusado Gadelha de irregularidades no repasse de recursos para a Caixa Econômica Federal

Da Redação Repórter PB

01/04/2024 às 19:12

Imagem Ex-prefeito de Sousa, André Gadelha

Ex-prefeito de Sousa, André Gadelha ‧ Foto: divulgação

Tamanho da fonte

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) absolveu o ex-prefeito de Sousa, André Gadelha, de uma condenação por peculato em primeira instância. A decisão foi proferida na última semana e a informação foi revelada nesta segunda-feira pelo Blog Pleno Poder, do Jornal da Paraíba.

O Ministério Público Federal (MPF) havia acusado Gadelha de irregularidades no repasse de recursos para a Caixa Econômica Federal referentes a empréstimos consignados de servidores municipais durante sua gestão, entre junho e dezembro de 2016. Em primeira instância, ele foi condenado a 2 anos e 9 meses de prisão, posteriormente convertida em penas restritivas de direito.

A defesa do ex-prefeito recorreu da decisão, argumentando que não houve desvio de recursos e que os valores descontados dos contracheques e não repassados à Caixa Econômica foram utilizados para sanar demandas da prefeitura, que enfrentava uma crise financeira.

“Provamos que não houve dolo e conseguimos reverter a decisão de primeiro grau”, afirmou ao Blog o advogado Iarley Maia, um dos autores da apelação.

Fonte: Blog Pleno Poder

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.